1ª FEIRA DE QUÍMICA

Pablo Belmonte Machado, Fabiana Cristina Missau, Reinaldo Caridade Junior, Taiane Medeiro Ciocheta, Luísa Colpo Fontoura

Resumo


Nas últimas décadas, o desenvolvimento científico e tecnológico vem crescendo muito e, com isso proporcionando grandes avanços para a humanidade. É importante ressaltar que, com a era da tecnologia, surge um grande número de informações, valores e procedimentos que podem ser repassados aos alunos no seu cotidiano, contribuindo para que eles incluam essas informações nos trabalhos escolares, estabelecendo relações entre os dois mundos (WERLICH, 2008). Para que os alunos utilizem dessas informações, a escola tem o papel de incentivá-los com o desenvolvimento de projetos sociais, culturais e científicos como, por exemplo, feiras escolares. Por ser um evento inerente à escola e à preparação dos alunos, seu potencial formativo é bastante significativo, portanto a qualidade das feiras de química vem aqui desencadear um processo investigativo referente à forma como os trabalhos das feiras são apresentados e sua contribuição para o processo de ensino e aprendizagem, favorecendo assim a construção do conhecimento pelos próprios alunos. Tendo como base essa deficiência, o presente projeto tem como objetivo geral promover uma feira de química nas Escolas de Ensino Médio da cidade de Itaqui-RS, verificar o conhecimento mobilizado para a elaboração e apresentação dos trabalhos, identificar as habilidades que os alunos mobilizam nas feiras e verificar a presença de experimentos nos trabalhos apresentados , sendo proporcionar que o aluno escolha um objetivo ,e junto com seu grupo, correr atrás do que você pretende alcançar.A percepção de repetições, seja nos temas, seja nas abordagens, ocorrem, principalmente, para os orientadores de trabalhos, os professores avaliadores ou os visitantes, pois, para os alunos, cada tema e cada abordagem se constituirão, quase sempre, numa experiência renovada de construção do conhecimento. A metodologia da seleção dos grupos fica a critério das escolas para a exposição final, serão ao final 18 grupos, seis por escolas, cada grupo haverá um professor (a) tutor (a) responsável em organizar seu grupo, tirar duvidas aconselhar alternativas do experimento e incentivar o gosto pela química. Para aguçar mais a participação dos alunos, a comissão organizadora foi nas empresas de Itaqui solicitar apoio nas premiações, sendo este projeto bem aceito no setor empresarial tendo retorno imediato de apoio com prêmios educativos, por exemplo, kits escolares, pen drives e Tablets. Como incentivo à participação dos estudantes das Escolas de Ensino Médio à Feira de Química, uma banca será formada por docentes, técnicos e discentes da UNIPAMPA- Campus Itaqui. A 1ª Feira de Química será realizada junto com a 41ª Expofeira de Itaqui e Maçambara no dia 23 de Outubro, onde o Sindicato Rural parceiro deste evento, cedeu o local, alimentação ao publico, onde também disponibilizara o transporte junto com a Prefeitura de Itaqui. O encerramento da Feira acontecerá com uma premiação aos melhores de cada serie e também ao experimento destaque escolhido pelo voto popular e ao final com um show de Reinaldo Cachoeira, apoiador e colaborador deste evento. Este projeto é realizado pelo Grupo de Ensino, Pesquisa e Extensão Itaquímicos, com alunos do Curso BIC&T, Ciência e Tecnologia de Alimentos, Nutrição e Agronomia da Unipampa Itaqui.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.