A abordagem da horta escolar em eventos nacionais da área de Ensino de Ciências

Juliana Saraçol Sassi, Renata Hernandez Lindemann

Resumo


Acreditamos que a horta escolar tenha em sua constituição teórica e prática um potencial papel pedagógico para as escolas que visem a construção do conhecimento contextualizado e problematizador. De acordo, com as informações divulgadas pelo Ministério da Educação e Cultura a horta tem possibilitado experiências que viabilizam articular a teoria com a prática, alavancando mudanças de hábitos alimentares e a partir da integração de temáticas, como o meio ambiente e saúde, intervir na cultura dos alunos através de atividades atrativas e ligadas as necessidades da escola. Nos Parâmetros Curriculares Nacionais encontramos propostas relacionadas a horta dentre os eixos temáticos, como trabalhar a questão da alimentação a partir do trabalho a nível de consciência com relação à alimentação. Apesar dos PCN fazerem alusão a essa temática percebemos que ainda são incipientes estas ações no âmbito escolar, especialmente quando estas proporcionam articulação entre teoria e prática. Como forma de compreender como e o que a área de Ensino de Ciências tem discutido a respeito dessa abordagem, realizamos uma investigação junto a dois eventos: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC) reúne profissionais de diversas áreas da ciência, com publicações enfocando a Biologia, Química e Física e Encontro Nacional de Ensino de Biologia (ENEBIO) que reúne especificamente profissionais da Biologia. Para isso utilizamos os anais digitalizados de três das quatro edições do ENEBIO (2007 a 2012) e sete das oito edições do ENPEC (1999 a 2011). A partir do localizador de palavras realizamos a busca pela palavra horta, a qual reuniu 81 do total de 4.914 trabalhos, que após leitura dos títulos, palavras-chaves e resumos selecionamos os trabalhos cujo enfoque principal era a horta, neste identificamos oito trabalhos. Esse quantitativo pode estar sinalizando que a temática horta escolar configura-se uma temática a ser explorada pelos pesquisadores da área. Ressalta-se no II ENEBIO e no II e VII ENPEC apensar de apresentavam o termo nenhum trabalho teve como temática principal. Enquanto o ENPEC apresentou cinco trabalhos relacionados a horta (0,13% do total dos trabalhos deste evento), o ENEBIO apresentou três (0,31%). Isso nos permite perceber que o ENEBIO mesmo tendo contribuído com menor número de publicações totais por evento (19,62%) contribuiu de forma mais expressiva do que o ENPEC. Acreditamos que essa prática pedagógica apesar de ser uma atividade constante nas escolas ainda não obteve significância entre os pesquisadores. Por fim, reforçamos a relevância de promover práticas pedagógicas e pesquisas relacionadas a potencialidade da abordagem das hortas escolares como ferramentas pedagógicas no Ensino de Ciências.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.