A AnÁlise Da Aquisição Da Linguagem E Produção Escrita Em Eja: Contrução De Objetos De Investigação

Marta Luiza Ramos Nunes, Aden Rodrigues Pereira

Resumo


Introdução: Esse projeto intitulado “Investigação da aquisição da linguagem escrita e produção oral dos alfabetizandos das comunidades locais do município de Jaguarão” visa subsidiar a erradicação do analfabetismo nesta cidade, identificando os fenômenos lingüísticos que ocorrem no discurso de indivíduos falantes de língua materna, mas que ainda não dominam a escrita, dando ênfase aos fenômenos que aparecem nas falas desses indivíduos e que possam constituir fator de inferência e ou dificuldades de aprendizagem do português escrito. Nosso trabalho faz parte de um projeto mais abrangente chamado “Alfabetização de jovens e adultos: conhecimento e cidadania” que pretende capacitar educadores de Jovens e adultos para o trabalho de alfabetização e letramento. As ações desta proposta de extensão estão planejadas para articulação de atividades de formação e capacitação de acadêmicos da UNIPAMPA, moradores não alfabetizados dos bairros populares do município de Jaguarão e professores que atuam no sistema educacional. Material e Métodos: Para dar suporte e complementar o projeto de práticas em EJA, nosso projeto de pesquisa iniciou com um aprofundamento teórico acerca dos pressupostos sobre aquisição da linguagem escrita de jovens e adultos, bem como da oralidade dos indivíduos das respectivas comunidades lingüísticas, avaliação do rendimento no ensino aprendizagem da língua materna, utilização do diário de bordo, dentre outros. Ao longo do trabalho temos elaborado resenhas e resumos acerca dos temas aqui investigados, bem como elaborar nosso instrumento de investigação das práticas de leitura, compreensão e produção textual – oral e escrita - dos alunos alfabetizandos envolvidos no projeto E, assim, em se tratando da língua como instrumento de comunicação, espera-se poder contribuir da mesma forma como motivadores tanto na análise crítica dos materiais fornecidos pelos alfabetizadores, quanto na formação dos futuros professores , visto que o entendimento dos processos de aquisição e produção da linguagem pode auxiliar na formação de cidadãos críticos da realidade em que estão inseridos. Pois, não se pode entender a diferença de instrumental lingüístico como defasagem que justifique a exclusão da escola. Ao contrário, a escola deve se constituir num espaço mais aberto à diversidade, pois é no diálogo com o diferente que aprendemos o verdadeiro sentido de uma sociedade democrática. Resultados e Discussão: Desse modo, em nossos resultados parciais, de acordo com as primeiras leituras e pesquisas realizadas, segundo Ferreira (1998) pudemos perceber que hoje em dia há uma quantidade expressiva de jovens e adultos que não sabem utilizar-se da linguagem oral e escrita em situações de diferentes contextos comunicacionais existentes em nossa sociedade. Conclusões: Assim, uma primeira conclusão a que chegamos é que um dos principais passos para o trabalho com Educação de Jovens e Adultos é a valorização do conhecimento prévio e o reconhecimento dos alunos como portadores de cultura e saberes. Isso porque são pessoas que estão voltando para a escola, muitas vezes em busca da educação que o mercado exige e chegam à mesma com a auto-estima em baixa, com dificuldades de participação e, principalmente, com problemas relacionados à linguagem falada que resultará em dificuldades com a língua escrita futuramente. Orgão de Fomento:

Palavras-chave


aquisição da linguagem, produção escrita, oralidade, Eja, investigação

Apontamentos

  • Não há apontamentos.