Aspectos Ecológicos De Planorbidae, Ampullaridae E Ancylidae (mollusca, Gastropoda) Do Arroio Felizardo, Bacia Do Rio Uruguai MÉdio, Pampa Brasileiro (dados Parciais)

Luci Paola Paré Da Rosa, Pamela Laiz Paré Da Rosa, Enrique Querol Chiva, Joceléia Gilmara Koenemann

Resumo


Introdução: Pesquisas indicam que os moluscos teriam surgido no período Pré-cambriano, tendo iniciado a sua trajetória pelos mares, o que lhes atribui o título de um dos grupos mais antigo e biodiverso. No entanto pouco se conhece sobre estes organismos na região pampeana. Constituindo um grupo de relevância para o ecossistema aquático ao estarem ativamente envolvidos no ciclo alimentar e diretamente ligados à produção primária, assim como ao contribuírem na limpeza do ecossistema ao ingerir partículas suspensas na água. Portanto, esta pesquisa tem como objetivo determinar a densidade populacional e analisar aspectos ecológicos de Planorbidae, Ampullaridae e Ancylidae (Mollusca, Gastropoda) do arroio Felizardo, bacia do rio Uruguai médio, Pampa brasileiro. Material e Métodos: As amostragens quantitativas foram efetuadas sazonalmente em duas estações, primavera e verão, em quatro pontos amostrais no arroio Felizardo. Resultados e Discussão: Até o momento registrou-se a presença da família Planorbidae representada por dois gêneros, Biomphalaria que apresentou densidade máxima 154 indivíduos/m² e o gênero Drepanotrema com 40 indivíduos/m² no mesmo ponto amostral, a família Ampullaridae representada pelos gêneros Pomacea com densidade máxima de 7 indivíduos/m² e Asolene, com 24 indivíduos/m², ambas na estação de primavera. Bem como a família Ancylidae com 7 indivíduos/m² na estação de verão. Verificou-se que a densidade das famílias Gastropoda variou em relação as duas estações amostrais, assim como nos pontos de coleta, demonstrando preferência por locais com maior quantidade de macrófitas aquáticas, assim como constatou PEREIRA et al. (2000) no estudo da malacofauna límnica do sistema de irrigação da microbacia do arroio Capivara, Triunfo. Conclusões: Registrou-se maior densidade de indivíduos/m² na estação de primavera e diminuição no verão possivelmente por estar o arroio com redução na sua vazão, não se observando relações consideráveis com os aspectos físico-químico da água. Orgão de Fomento: BPA-Pibic

Palavras-chave


moluscos, densidade, bioma

Apontamentos

  • Não há apontamentos.