Caracterização De PeptÍdeos Biologicamente Ativos Presentes Na Hemolinfa Da Aranha Grammostola Pulchra Em Uruguaiana, Rs.

Mariane Trindade De Paula, Pedro Ismael Da Silva Júnior

Resumo


Introdução: Os artrópodes constituem um grupo muito diversificado, podendo ser encontrados em diversos ambientes. As aranhas caranguejeiras por sua vez, são animais de vida livre, geralmente solitárias e predadoras, assustando devido à sua aparência e tamanho, embora raramente causem acidentes pela posição de seus ferrões. Substâncias provenientes de animais geralmente são boas fontes de potenciais antimicrobianos, e a hemolinfa das aranhas é de especial interesse, devido à grande longevidade destas no ambiente. Seus constituintes naturais de defesa contêm uma grande quantidade de componentes biologicamente ativos e de estrutura variada, os peptídeos antimicrobianos (AMPs). Entretanto, menos de 150 artrópodes foram investigados até então, e somente poucos substâncias destes foram avaliadas. A presente pesquisa tem como objetivo a caracterização de peptídeos biologicamente ativos presentes na hemolinfa da aranha Grammostola pulchra, em Uruguaiana-RS. Material e Métodos: Os exemplares coletados através de busca ativa foram encaminhados ao laboratório Especial de Toxinologia Aplicada do Instituto Butantan, onde foram realizadas diferentes etapas de estudo como: coleta do material e a separação dos seus constituintes, extração ácida do plasma e hemócitos, pré-purificação, seguidas de purificação através cromatografia de alta resolução (HPLC), bioensaios e espectrometria de massa. Resultados e Discussão: Através dos estudos realizados até o presente momento, se pode perceber a presença de três moléculas que insinuaram atividade antimicrobiana, pelas quais apresentaram massas relativamente parecidas com a encontrada em outras espécies. Esta pesquisa vem contribuir para a importância da descrição e caracterização de novas moléculas com atividade antimicrobiana, podendo contribuir para a futura produção e utilização de novas drogas para uso na medicina. Conclusões: Todavia, para obtermos uma certeza quanto à semelhança destas moléculas, e assim podermos caracterizá-las, ainda será necessária a obtenção de mais material para sequenciamento e, assim, melhor comparação entre as moléculas já estudadas. Orgão de Fomento: BPA

Palavras-chave


antimicrobianos, artrópodes, moléculas

Apontamentos

  • Não há apontamentos.