Aspectos Ecológicos De Macrobrachium Borellii (nobili, 1896) (decapoda, Palaeomonidae) Do Arroio Felizardo, Uruguaiana, Rs - Pampa Brasileiro.

Gerson Jader Araujo De Oliveira, Luci Paola Paré Da Rosa, Bruna Nery Rocha, Marcus Vinicius Morini Querol

Resumo


Introdução: Os palaemonídeos são conhecidos vulgarmente por camarões de água doce, esse grupo é caracterizado por possuir um fácil manejo em cativeiro, apresentando alta fecundidade e rápido crescimento. Em meio natural estes camarões possuem notável importância servindo de alimento para fauna aquática, como algumas espécies de peixes e apresentando um hábito predatório sobre algumas espécies de macroinvertebrados bentônicos. Macrobrachium borellii possui uma distribuição geográfica restrita a América Latina, podendo ser encontrado no Paraguai, Argentina e no Brasil ocorrendo apenas no Rio Grande do Sul habitando águas lóticas e lênticas. Foram estudados aspectos ecológicos de uma população deste camarão de água doce encontrado no arroio Felizardo, afluente do Rio Uruguai, localizado na área Peri urbana do município de Uruguaiana. Esta pesquisa teve como objetivo obter dados ecológicos sobre esta espécie de palaemonídeo em que poucos estudos foram realizados na região do Bioma Pampa. Material e Métodos: Foram efetuadas coletas sazonais em 3 pontos amostrais, divididos em 3 parcelas de 10 m² cada, estipulando-se 6 redadas em cada uma das parcelas. No momento da captura os espécimes foram acondicionados em formol 4% e posteriormente levados ao NUPILABRU (Núcleo de Pesquisas Ictiológicas Limnológicas e Aqüicultura da Bacia do Rio Uruguai) e conservados em álcool 70% para posterior análise. A triagem foi estabelecida com a separação dos indivíduos em machos, fêmeas e fêmeas ovígeras. Resultados e Discussão: Foram registrados 243 indivíduos, para as áreas amostradas. Dentre as estações do ano, a mais representativa foi o outono com 64 espécimes coletados, a ocorrência de fêmeas ovígeras foi registrada apenas durante o inverno e outono, sendo um indicio do período de reprodução destes camarões. Os fatores que podem determinar a estrutura populacional dos macroinvertebrados, bem como os camarões compreendem a temperatura e altura do nível de água, assim como presença ou ausência de macrófitas aquáticas. A área de amostragem que apresentou um maior número de espécimes foi a com maior incidência de macrófitas aquáticas e matéria orgânica. Ao longo do curso do arroio Felizardo foi possível perceber notáveis diferenças na estrutura populacional entre os pontos de coleta. Conclusões: Podendo concluir que esta espécie de camarão possui preferência em habitar ambientes com presença de macrófitas aquáticas, pois estas podem servir como abrigo para os camarões protegendo-os de predadores, além de fornecer alimento como pequenos invertebrados aquáticos que as habitam e matéria orgânica. A realização de pesquisas sobre Macrobrachuim borellii que vive em um ambiente com intervenção humana contribui para um amplo conhecimento sobre sua biologia e ecologia, tendo fundamental importância, fornecendo subsídios para estratégias de conservação. Orgão de Fomento:

Palavras-chave


camarões palaemonídeos, estrutura populacional, águas lênticas

Apontamentos

  • Não há apontamentos.