CaracterÍsticas Fisiológicas Do Periparto De Éguas E Neonatos Da Raça Crioula Na Região Do Bioma Pampa

Tiago Alan Cunha Nardino, Márcio André Peres Maciel, Tisa Echevarria Leite, Adriana Pires Neves

Resumo


Introdução: Em geral, os equinos da raça crioula apresentam altos e crescentes valores comerciais. Sendo assim, é de extrema importância o conhecimento dos padrões fisiológicos dos eventos ocorridos no período perinatal, para avaliar a necessidade ou não da intervenção humana em caso de anormalidades e também para utilização como fonte de pesquisa já que existem poucos estudos a este respeito na raça crioula. Material e Métodos: Serão utilizadas 80 éguas crioulas adultas e prenhes pertencentes a um criatório de Dom Pedrito – RS. As éguas estão sendo mantidas em campo nativo, com suplementação de sal mineral a vontade. Todas as éguas tem a data de ovulação e cobertura conhecidas e 15 dias antes da data prevista do parto, são trazidas a um piquete de aproximadamente 2 hectares, iluminado e com acesso a água. As observações são feitas durante o dia e a noite, o plantão noturno é realizado por grupos de alunos que observam e anotam dados como: tempo de gestação (quando a data de cobertura e/ou ovulação for conhecida; dias), data e horário do início do trabalho de parto (rompimento da bolsa), data e horário do parto propriamente dito (expulsão do potro), tempo para ruptura do cordão umbilical (minutos), tempo para o potro levantar (minutos), tempo para apresentar reflexo de sucção (minutos), tempo para mamar (minutos), tempo para eliminar o mecônio (minutos), tempo para eliminar a placenta (minutos), peso do potro (kg), e peso da placenta (kg). Resultados e Discussão: Os resultados obtidos até o presente momento, com 6 partos observados, são: tempo de gestação: 347,2 ± 8,01 dias; ruptura do cordão umbilical: 23,4 ± 27min; tempo para o potro levantar: 33,2 ± 19min; tempo para apresentar reflexo de sucção: 59,6 ± 16,15min; tempo para o potro mamar: 69,5 ± 21,98min; tempo para eliminação da placenta: 60 ±38,1min; tempo para eliminação do mecônio: 179,5 ± 176,7min; peso da placenta: 4,3 ± 1,13kg. O peso médio dos potros foi de 50 ± 7,1kg, e sua altura média de 89,38 ± 4,99cm. O horário em que os partos ocorreram foi sempre entre as 23h30min e 05h20min. Dos dados obtidos até agora, a maioria deles apresentou-se diferente do relatado na literatura sobre a raça PSC. Conclusões: Ao final do projeto espera-se adquirir conhecimentos não só para fins acadêmicos, mas também para os proprietários, que conhecerão padrões clínicos normais da raça Crioula, podendo reconhecer patologias existentes e intervir em caso de necessidade. A mão de obra existente nas propriedades também ganhará em conhecimento dos parâmetros periparto, possibilitando a incorporação de cuidados à sua lida diária e melhorando a qualidade da criação. Orgão de Fomento:

Palavras-chave


éguas, neonato, parto

Apontamentos

  • Não há apontamentos.