Mapas Digitais De Terreno 3d ExtraÍdos De Dados Do Srtm Da Mina Cerro Rico - Região De Lavras Do Sul, Rs

Fernanda Garcia, Ana Carolina Oliveira Dos Santos, Kathlem De Melo Teixeira, Maximilian Fries

Resumo


Introdução: As representações de relevo deste estudo são provenientes dos dados altimétricos adquiridos em levantamentos magnetométricos realizados na região Sul do Estado do Rio Grande do Sul, no município de Lavras do Sul, a 300 km da cidade de Porto Alegre. Tal estudo permite a determinação dos principais gradientes horizontais (anomalias magnetométricas) e sua correlação com as litologias, lineamentos e estruturas na área. A área de estudo é composta pela existência de inúmeras ocorrências e depósitos metálicos de ouro-cobre, de pirita, ferro e cromo, extraídas no passado, em especial as mineralizações auríferas associadas a rochas graníticas e vulcânicas. A aplicação de dados do SRTM através da geração de modelos digitais de elevação (MDE) constitui uma importante ferramenta em estudos geofísicos, no geoprocessamento de diferentes tipos de dados e, em especial, na determinação de feições geológicas/tectônicas relacionados à topografia da área observada. Material e Métodos: As coordenadas horizontais (X e Y) para localização das estações foram determinadas usando-se um GPS portátil de mão. Foram adquiridas, numa etapa preliminar deste trabalho, um total de 48 estações magnetométricas terrestres. As estações foram medidas com um espaçamento de vinte metros ao longo dois perfis caminhamento principais pré-estabelecidos. Resultados e Discussão: Dados altimétricos adquiridos a partir de levantamentos magnetométricos processados por meio da plataforma computacional OASIS/MONTAJ comercializada pela Geosoft Inc. Para o modelo digital de elevação foi utilizada a rotina denominada DAPPLE que permite através de um servidor via web a geração de um reticulado de 90x90m. O mapa gerado nos possibilitou uma melhor visualização das unidades de relevo presentes na área. As estações magnetométricas adquiridas preliminarmente na área evidenciam as feições geológicas/tectônicas relacionados à topografia da área observada. Conclusões: O zoneamento litoestrutural associado a uma compartimentação delineada através da aquisição geofísica do método magnetométrico, conjuntamente com técnicas de processamento e visualização 3D permitem, uma melhor visualização e compreensão da distribuição das unidades presentes na área auxiliando nas interpretações e análises necessárias. Orgão de Fomento:

Palavras-chave


Altimetria, Geofísica, Magnetometria

Apontamentos

  • Não há apontamentos.