Medida Da Taxa De Infiltração Da Água Superficial Próxima A Poços Artesianos No MunicÍpio De Caçapava Do Sul

Camila Schweig, Ariele Battisti, Augusto Cesar Lara De Oliveira, Miguel Guterres Carminatti

Resumo


Introdução: O solo da região de estudo é formado a partir da alteração química (intemperismo) das rochas do Complexo Granítico Caçapava do Sul, constituído de rochas granitóides. O complexo é formado por rochas fracamente foliadas no centro passando a miloníticas nas bordas. Três fácies foram descritas dentro dele: biotita granitóde, leucogranitóides e granitóides bandados. A principal diferença entre os dois primeiros é o teor de máficos (biotita) encontrado, cuja marca é estabelecida como sendo 5% para diferenciá-los (< 5% = leucogranitóide; > 5% = biotita granitóide).Uma caracterização expedita de um perfil vertical do solo existente na região metropolitana de Caçapava do Sul possibilitou verificar que ele migra de altas taxas de argila (50% a 60%) a menos de um metro de profundidade até taxas bem mais baixas (20% a 30%) a cerca de 3m de profundidade. Mesmo sendo uma análise expedita (devendo ser feita, dentro do possível, uma análise laboratorial) indica que o solo é fortemente argiloso, fornecendo indícios que a taxa de infiltração deve ser baixa para os solos gerados pelo CGC. Os resultados deste estudo possibilitarão estabelecer algumas informações importantes para o cálculo do reabastecimento de água nos poços que ainda estão em uso neste município.Sabendo-se a taxa de infiltração da água no solo, pode-se, por exemplo, calcular qual é a taxa de precipitação ideal (mm/h de chuva) para que o máximo dela se infiltre no solo e reabasteça os poços da região. O oposto também é possível: conhecendo-se a taxa de chuvas da região, estimar quanto (percentual) da água precipitada efetivamente penetrou no solo reabastecendo os poços e quanto dela reabasteceu os lagos, açudes, riachos e rios da região. Material e Métodos: A metodologia de trabalho executada para os levantamentos de dados de campo consistiu inicialmente na visita de três poços d’água, que resultou em medidas da taxa de infiltração da água no solo. O método de campo utilizado na determinação da taxa de infiltração foi o infiltrômetro de anel, que consiste de dois cilindro concêntrico. Para efetuar testes simultâneos foram utilizados dois conjuntos de infiltrometros, ambos com altura de 25cm, e diâmetro de:30cm e 54cm; 32cm e 56cm; respectivamente para os anéis interno e externo. O anel externo tem como finalidade reduzir o efeito da dispersão lateral da água infiltrada do anel interno. Assim, a água do anel interno infiltra no perfil do solo em direção predominante vertical, o que evita superestimativa da taxa de infiltração. A infiltração é medida observando-se a diminuição do nível d’água do anel central em função do tempo. Os equipamentos utilizados para a obtenção de dados foram: Um infiltômetro de duplo anel com suporte de leituras em escala milimétrica; um nível; e um cronômetro. Resultados e Discussão: O resultado preliminar de ensaios realizados na superfície indica que as taxas de infiltração são exatamente como esperado, para solos argilosos saturados: abaixo dos 40 mm/h, com algumas medidas acima destes valores. Conclusões: Com a continuidade das medidas da taxa de infiltração da água no solo poderá se estabelecer um valor mais representativo para a região e estabelecer valores pluviométricos ideais para o reabastecimento dos poços. Orgão de Fomento: UNIPAMPA

Palavras-chave


Permeabilidade de solos, Infiltrometro de duplo anel, Infriltração

Apontamentos

  • Não há apontamentos.