Projeto Metais

Clodoaldo Leites Pineheiro, Claudete Da Silva Lima Martins, José Ney Machado Dos Santos

Resumo


Introdução: A proposta do projeto Escola de Fábrica, criado em 2005 pelo Governo Federal, é dar oportunidade de iniciação profissional para jovens de baixa renda, utilizando o apoio de empresas preocupadas em aliar responsabilidade social e formação de trabalhadores qualificados à criação de um ambiente escolar no próprio ambiente da instituição (empresa). O projeto Escola de Fábrica destina-se especificamente a aperfeiçoar mão de obra na área industrial na prestação de serviços junto à comunidade, dentro dos parâmetros e diretrizes das atribuições do Núcleo de Capacitação do CEFET-RS, atual Instituto Federal Sul-Rio-Grandense. Como introduzir problemática sócio-ambiental no universo de alunos de um curso técnico de Soldador? Como fazê-los exercitarem a cidadania, o ensino e a aprendizagem de forma significativa sob a ótica construtivista? Neste contexto o componente curricular Saúde e Meio Ambiente comprometeu-se em promover a discussão sobre o reaproveitamento de rejeitos metálicos em obras de arte possibilitando aos alunos exercerem na prática o conhecimento adquirido ao longo do curso de Soldador oferecido na Escola de Fábrica em Bagé - RS. O objetivo desta atividade lúdico-pedagógica foi promover uma exposição de obras de arte, estabelecendo através da arte-educação o emprego de conhecimentos construídos durante o curso de Soldador na montagem de peças metálicas soldadas. Material e Métodos: A proposta da exposição de obras de arte surgiu durante a disciplina de Saúde e Meio Ambiente em uma discussão sobre meio ambiente cultural e a transformação de resíduo metálico em arte. A execução de obras de arte foi feita durante as práticas de solda do curso de Soldador da Escola de Fábrica em Bagé – RS. A produção de obras seguiu três momentos: o rejeito, matéria prima utilizada; obras em estado primário que consideram técnicas rústicas e inacabadas de solda; e obras requintadas, em um nível mais elevado de técnicas e materiais empregados na construção. A exposição foi aberta ao público na Casa de Cultura Pedro Wayne em Bagé - RS. Resultados e Discussão: A inserção da atividade dos alunos na produção de obras de arte possibilitou uma abordagem significativa sobre a problemática dos rejeitos metálicos e sucatas no mundo contemporâneo. Este mesmo problema sócio-ambiental é matéria prima das aulas práticas do curso de Soldador da Escola de Fábrica. A exposição de obras de arte tornou a abordagem destas questões do componente curricular Saúde e Meio Ambiente significativa, permitindo aos alunos interagirem com o conteúdo de forma lúdico-pedagógica. Os alunos puderam ver como o conhecimento deles foi evoluindo acompanhando a evolução de técnicas empregadas na construção de suas obras, organizando a exposição em seus momentos de ascendência técnica permitindo a socilazação com os visitantes da exposição a cadencia de conhecimentos e técnicas empregadas pelos alunos organizando a mostra em três momentos. Conclusões: A arte-educação é uma ferramenta útil ao exercício de ensino-aprendizagem significativo e construtivo na educação técnica cidadã proposta pela Escola de Fábrica, pois promove a interação dos sujeitos com seus objetos de estudo os quais são manipulados durante o decorrer do curso. Os alunos tornam-se sujeitos atores da construção do conhecimento. Orgão de Fomento: cefet-cgtee-funcefet

Palavras-chave


soldador, meio ambiente, cultural, exposição, educação

Apontamentos

  • Não há apontamentos.