Ensaios De Germinação De Sementes De Bromus Auleticus Trin. Ex Nees Pertencentes Ao Banco De Germoplasma Da Embrapa PecuÁria Sul

Éder Rodrigues Peres, Josiane Jardim Martins, Ana Cristina Mazzocato

Resumo


Introdução: A cevadilha vacariana, Bromus auleticus, tem estabelecimento muito lento, o que, muitas vezes, prejudica a sua utilização no primeiro ano. Por outro lado, a partir do segundo ano, se destaca pela precocidade da produção de forragem no outono e pela produção de sementes abundante, embora seja constatada a presença de espiguetas vazias e deformadas, reduzindo o seu potencial reprodutivo. Os objetivos deste trabalho foram determinar a viabilidade das sementes de cevadilha pertencentes ao Banco de Germoplasma (BAG) da Embrapa Pecuária Sul e obter plântulas para comporem o BAG e, posteriormente, serem caracterizadas morfologicamente. Material e Métodos: Foram realizados três ensaios, utilizando sementes de diferentes acessos do BAG, coletadas em 1999. As sementes foram dispostas sobre papel filtro umedecido em água destilada, em placas de Petri, com temperatura constante de 20 °C, em câmara germinadora com fotoperíodo de 16 horas luz. Foram realizadas observações aos 10 e 21 dias. No primeiro ensaio foram utilizadas sementes de 20 acessos, totalizando 100 sementes por acesso. Resultados e Discussão: Aos 21 dias foram encontradas 14 sementes germinadas (3,5% de germinação), pertencentes a quatro acessos (18, 2, 19 e 5), sendo que três deles (18, 2 e 19) apresentaram germinação já aos 10 dias. No segundo ensaio foram escolhidos os principais acessos (oito) para a obtenção de plântulas, testando hipoclorito de sódio a 1% durante 15 minutos e 200 sementes por acesso. Aos 21 dias foram encontradas somente três plântulas (0,8% de germinação), pertencentes a dois acessos diferentes (3 e 10). No terceiro ensaio, idêntico ao primeiro, os acessos 4 e 5 apresentaram 1% de germinação, enquanto que 18 e 19, resultaram em 6 e 8% de plântulas germinadas, respectivamente. Como o objetivo principal é a obtenção do maior número de plântulas, o ensaio foi prolongado até o 30° dia, obtendo-se no total 21 plântulas do total das 400 sementes dos quatro acessos (5,2% de germinação). Todas as plântulas obtidas dos três ensaios (39) foram transplantadas para bandejas com substrato com o objetivo das plantas adultas serem incorporadas ao BAG. Por outro lado, verificou-se que o tratamento com hipoclorito de sódio diminuiu visualmente a contaminação por fungos e bactérias, apesar de não melhorar o índice de germinação. Conclusões: Portanto, as sementes possuem uma baixíssima viabilidade, provavelmente devido ao longo tempo de armazenamento das mesmas. Novas coletas deverão ser realizadas para obtenção de sementes viáveis a serem multiplicadas e armazenadas no BAG, visando o aumento de estoque de sementes dessa importante espécie forrageira nativa. Orgão de Fomento: Embrapa Pecuária Sul

Palavras-chave


Bromus auleticus, cevadilha vacariana, Banco Ativo de Germoplasma, germinação, plântulas

Apontamentos

  • Não há apontamentos.