Incubadora De Economia SolidÁria E Novas Tecnologias Sociais: Potencialização Do Desenvolvimento SustentÁvel E Da Autonomia Das Experiências De Geração De Trabalho E Renda Na Região Da Fronteira Oeste No Rio Grande Do Sul

Caroline Goerck, Sheila Kocourek, Monique Bronzoni Damasceno, Caroline Santos Da Rosa, Naila Quadros, Arícia C. Oliveira

Resumo


Introdução: Esta proposta de trabalho refere-se a um projeto de extensão, que visa integrar a extensão, por meio do ensino e da pesquisa acadêmica. Seu objetivo principal consiste em implantar uma Incubadora de Economia Solidária na UNIPAMPA, localizada na região da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. A Economia Solidária surgiu no Brasil nas últimas décadas do século XX, como uma das alternativas de gerar trabalho e renda aos sujeitos. Esta última acentuou-se devido ao processo de reestruturação do capital. Essas transformações vem gerando uma substituição dos trabalhadores, especialmente os menos qualificados. A atualidade vem exigindo a criação de alternativas de geração de trabalho e renda como fonte de subsistência, para os sujeitos excluídos ou que estão à margem do mercado formal de trabalho. Material e Métodos: O objetivo principal deste projeto consistiu em implantar a Incubadora de Economia Solidária no Campus São Borja/UNIPAMPA no município de São Borja, e, posteriormente, na região da Fronteira Oeste no RS. Pretendeu-se num primeiro momento assessorar-incubar quatro experiências coletivas de Economia Solidária, assim como os sujeitos que estão inclusos nestes empreendimentos coletivos. Juntamente com este objetivo estão sendo desenvolvidos os seguintes procedimentos metodológicos, com vistas a promover o processo de incubação das experiências coletivas: implantação da Incubadora no Campus São Borja UNIPAMPA; capacitação da Equipe da Incubadora; diagnóstico dos Empreendimentos incubados; incubação e a promoção das Atividades Econômicas e dos Produtos Advindos das Experiências assessoradas; promoção da Feira municipal de Economia Solidária; apoio na Participação e Organização do Fórum Regional de Economia Solidária; promoção de Redes de Apoio às Experiências de Economia Solidária em São Borja e na Região da Fronteira Oeste do RS; encaminhamentos dos Trabalhadores às Políticas e Programas Sociais em São Borja; desenvolvimento de Metodologias de Incubação; Realização de oficinas, dinâmicas, reuniões e demais encontros com os trabalhadores das experiências coletivas. Resultados e Discussão: Para o desenvolvimento desses empreendimentos, a Incubadora vem contando com o apoio do PROEXT 2008, e demais órgãos e instituições, que financiem e assessorem essas experiências. Por meio do processo de incubação, à Incubadora de Economia Solidária da UNIPAMPA pretende colaborar para o fortalecimento destas experiências coletivas por meio da manutenção, viabilidade econômica e autonomia dos trabalhadores diante do processo de trabalho. Conclusões: Pelo trabalho desenvolvido pela incubadora universitária, pode-se salientar que o mesmo objetiva a conciliação entre o saber popular e o saber técnico científico. Objetiva ainda incubar/assessorar as experiências com vistas a fortalecê-las e potencializá-las de forma que adquiram autonomia econômica e social, contribuindo também ao desenvolvimento sustentável local e regional, transformando possivelmente esta realidade. Outro aspecto preponderante é a conciliação da pesquisa, do ensino e da extensão nas Incubadoras Universitárias. Pois para a elaboração de sistematizações sobre a metodologia de incubação, faz-se necessária a conciliação destes três elementos, sendo que um complementa o outro, principalmente no que se relaciona às Universidades Federais. Orgão de Fomento: Proext/MEC/SESU/Dipes Unipampa

Palavras-chave


Geração de trabalho e Renda, Incubadora, Economia Solidária

Apontamentos

  • Não há apontamentos.