Projeto Rondon: Dinâmicas Interpessoais Com Sujeitos Grande Da Terceira Idade Em Pinhal

Vera Teresinha Curtinaz Da Silva, Vanderlei Folmer, Neila Santini De Souza, Everton Fêrrêr De Oliveira

Resumo


Introdução: O relato trata da Oficina sobre Auto-Estima da Terceira Idade desenvolvida no entorno do Projeto Rondon no município de Pinhal Grande - RS no mês de julho de 2009. A oficina ocorreu com dois grupos de idosos das comunidades atendidas pelo projeto Rondon, num primeiro momento com trinta e dois participantes e num segundo momento com mais dezesseis participantes. Os objetivos da oficina foram fortalecer as relações interpessoais e refletir a trajetória social e o papel do idoso na sociedade. Material e Métodos: Para implementação da proposta foram priorizadas dinâmicas que possibilitassem a interação entre os participantes, bem como, a elaboração do autoconceito sobre sua presença no grupo e suas experiências ao longo da vida. Exemplarmente pode-se descrever a utilização de uma dinâmica denominada “Você é o Presente” a qual utiliza uma caixa com tampa enrolada pra presente e dentro desta um espelho. Iniciou-se com a orientação aos participantes que dentro da caixa estava a imagem de uma pessoa muito importante, que esta era uma pessoa com atributos físicos admirados por todos e que suas ações revelavam aquilo que se espera de uma boa pessoa. Em seguida a caixa passava pelos participantes, um a um, tinham que abrir a caixa, olhar mas não podiam revelar o nome da pessoa, deveriam atribuir qualidades sobre a pessoa identificada na caixa. Resultados e Discussão: Alguns participantes (tanto de um grupo quanto de outro) demonstraram certa ansiedade, outros não. Também pode-se indicar que alguns demostraram ser mais seguros de si e da realidade em que estão presentes. Em relação as dinâmicas interpessoais como a dança o grupo também se mostrou mais retraído, com exceção das músicas ligadas à religiosidade. Conclusões: Pode-se concluir que no desenrolar das atividades propostas ficou evidenciado que histórias e experiências de vida eram aspectos destacados no seu cotidiano e que foi possível identificar neste público da terceira idade um certo grau de carência afetiva, o que permite a conclusão de o desenvolvimento de dinâmicas como esta proposta na oficina são de extrema relevância para o fortalecimento da auto-estima dos sujeitos da terceira idade. Destacando ainda que ações desta natureza promovidas pelo PROJETO RONDON podem permitir um espaço para reflexão de novas ações e encaminhamento de soluções pelas comunidades locais no que tangencia a atenção aos sujeitos deste grupo etário em nosso país. Orgão de Fomento: RONDON/UNIPAMPA

Palavras-chave


Auto-estima, Interação

Apontamentos

  • Não há apontamentos.