Gestão Escolar E Democracia

Marcia Precila Medeiros Motta De Oliveira, Everton Fêrrêr De Oliveira, Vanderlei Folmer, Neila Santini De Souza

Resumo


Introdução: A atividade configura-se numa prática extensionista acerca do papel da Gestão Democrática na Escola, desenvolvida por meio do Projeto Rondon no município de Pinhal Grande RS no período de 10 à 26 de julho de 2009. O Projeto Rondon busca soluções para promover o bem-estar, a cidadania e o desenvolvimento sustentável das localidades assistidas. Para aumentar a sua capacidade de atuação. Material e Métodos: O trabalho foi realizado através de uma oficina sobre o tema “GESTÃO DEMOCRÁTICA NA ESCOLA & RESOLUÇÃO DE CONFLITOS” na Escola Municipal Rubin Filho. A Oficina contou com a participação da Diretora, Vice Diretora, Coordenadora e comunidade ,professores da escola e de escolas dos arredores. Focalizou-se a auto-realização profissional e sua importância em perceber a democracia não como forma de regime político, mas uma forma de existência social. Foram abordadas as possibilidades existentes dentro da implantação de uma gestão escolar na perspectiva democrática apresentando princípios básicos desse modelo de gestão, que nos últimos anos tem sido objeto de estudos e debates entre os educadores. O trabalho enfatizou a democracia e a sua suficiência em gestão escolar e as interligações de elementos que constituem a base desse processo democrático, quais sejam: Educação, democracia, participação, planejamento e organização nas dimensões pedagógicas implícitas nessa construção. Resultados e Discussão: O debate foi fundado com base na efetivação do processo gestor democrático,onde na prática ocorre por meio das relações humanas nos segmentos sociais que compõem o espaço escolar(trabalho participativo). Como resultado do trabalho realizado posso citar a necessidade gerada entre os docentes em dar continuidade a esse processo democrático se autorizando como espaço público de mobilização tendo a escola não como parte de um universo paralelo e sim integrada a comunidade. Trazer a comunidade para a escola e levar a escola até a comunidade,através da utilização do espaço escolar na socialização e construção da gestão democrática sem desconsiderar a real importância da escola nesse papel social como desenvolvimento local, tendo por base identificar as fragilidades seu contexto sócio-econômico-cultural em prol da elaboração de políticas públicas voltadas as reais demandas e especificidades tando do universo escolar como da localidade. Conclusões: A Participação no Projeto Rondon foi uma excelente oportunidade para colocar em prática o que estou estudando na universidade, ao mesmo tempo que me possibilitou ajudar a levar desenvolvimento para comunidade na qual fui designada, no caso Pinhal Grande, RS. Experiência esta única que propiciou a aplicação de meus conhecimentos acadêmicos e promoveu a minha apropriação da realidade vivida pela comunidade daquele município, realidade esta bem diferente da minha. A oportunidade permitiu ainda a integração entre todos que ali estavam,gerando uma troca de informações,manifestações e interrogações sobre o tema. O trabalho foi de grande valia pois a riqueza de problematizações e questionamentos sobre as informações e conceitos que ali foram socializados fizeram jus ao propósito da oficina permitindo acesso e troca de conhecimentos especializados sobre a temática acerca do desenvolvimento da escola como fator indispensável para inserção e implantação desse processo democrático fundamental no contexto escolar. Orgão de Fomento:

Palavras-chave


Gestão Democrática

Apontamentos

  • Não há apontamentos.