Produção CientÍfica Sobre O Idoso CaÍdor E Avaliação Multidimensional: Contribuições Da Revisão Integrativa

Danielli Gavião Mallmann, Karina Silveira De Almeida Hammerschmidt, Julia De Moura Quintana, Jennifer Beheregaray Gomes Avila, Josi Barreto Nunes

Resumo


Introdução: Este estudo é parte do projeto de extensão intitulado Educação em serviço sobre quedas em idosos com profissionais e estudantes de enfermagem de Uruguaiana/RS, o qual tem como objetivo geral: Desenvolver educação em serviço com profissionais e estudantes de enfermagem de Uruguaiana/RS, considerando a vulnerabilidade e fragilidade dos idosos; objetivos específicos: 1) Identificar a produção científica relacionada ao idoso caídor, bem como sobre a avaliação multidimensional da pessoa idosa, no período de 2000 a 2009; 2) Caracterizar a vulnerabilidade e fragilidade dos idosos caídores por meio do protocolo de avaliação multidimensional do idoso; 3) Construir proposta de cuidado de enfermagem gerontogeriátrico voltado aos idosos caídores, considerando a vulnerabilidade e fragilidade destes idosos. A seguir será apresentado o desenvolvimento do 1º objetivo específico, que já está terminado. Material e Métodos: Foi realizada pesquisa bibliográfica, do tipo revisão integrativa, incluindo os seguintes passos: 1) formulação e identificação do problema de pesquisa; 2) coleta de dados; 3) avaliação dos dados; 4) análise e interpretação dos dados; 5) apresentação dos resultados. Foram incluídas as publicações científicas brasileiras, indexadas na base de dados MEDLINE; LILACS ou BDENF e que apresentavam resumo disponível on-line. Como delimitadores utilizou-se os descritores: 1) primário: idoso e assistência ao paciente; 2) secundário: acidentes por quedas e protocolos e 3) ano de publicação: 2000 a 2009. Como critérios de inclusão tiveram-se publicações: em idioma português; que apresentem no resumo um (1) descritor primário ou um (1) descritor secundário, utilizado como delimitador para coleta de dados e um (1) autor com formação em enfermagem. Ao final da coleta de dados, foram selecionados os trabalhos que se adequaram aos objetivos do estudo, compondo o corpus de análise. Resultados e Discussão: 12 publicações compuseram o corpus de análise deste estudo. Ao analisar os dados, fez-se categorização temática emergente das publicações: 1) vulnerabilidade para quedas, composta por três (3) artigos, 2) fragilidade para quedas, com nove (9) artigos. Vulnerabilidade para quedas: Quando o evento ainda não ocorreu mas há risco para a ocorrência do mesmo, significa que há vulnerabilidade para tal. Nos idosos, os fatores de risco para quedas são: idade avançada, sexo feminino, função neuromuscular prejudicada, presença de doenças crônicas, história prévia de quedas, prejuízos psicocognitivos, polifarmácia, uso de benzodiazepínicos, presença de ambiente físico inadequado, incapacidade funcional e hipotensão postural. Fragilidade para quedas: Os idosos sofrem mais com as quedas por tornarem-se fragilizados após o evento, pois a queda pode comprometer a capacidade funcional, levando o idoso a necessitar de assistência por causa de uma limitação de sua autonomia. Entre as consequências da queda estão as lesões, restrição das atividades da vida diária (AVD), incapacidades, declínio na saúde, aumento do risco de institucionalização, que acarreta prejuízo físico e psicológico ao idoso e medo de cair. Conclusões: Como contribuições e implicações desta revisão integrativa, espera-se que os trabalhadores da gerontologia tornem-se sensibilizados com assuntos relacionados à população idosa, dentre eles as quedas, que podem direcionar o atendimento para a sua prevenção. O estudo das quedas propicia descobertas de fatores relacionados, tanto causais como consequenciais. Orgão de Fomento:

Palavras-chave


Idoso, Acidentes por quedas, Assistência ao paciente, Protocolos

Apontamentos

  • Não há apontamentos.