Projeto De Pesquisa Sobre O Perfil Do Dependente QuÍmico Do Caps Ii

Luiz Antonio Fernandes Filho, Vilma Constancia Fioravante Dos Santos, Aline Basso, Beatriz Franchi

Resumo


Introdução: A dependência química revela-se um desafio para a equipe de saúde devido as dificuldades de manejo e abordagem do usuário. Mostra-se como um problema de saúde pública com onerosos gastos para a sociedade e negativo impacto para o dependente químico e sua família. Pesquisas apontam que estudos traçando o perfil sociodemográfico e padrão de uso, são de grande relevância para a compreensão dos distúrbios decorrentes da adicção, bem como para a determinação e direcionamento de políticas públicas dirigidas para esse problema (FERREIRA FILHO et al 2003; FERRI et al 1997.). Pensa-se ainda, que dados referentes ao perfil dos usuários poderiam subsidiar as ações prestadas e planejamento pelos serviços públicos de saúde em seus diferentes níveis de atenção, bem como estudos que explorem de forma mais detalhada a associação de outros fatores determinantes para a adesão às drogas (GUIMARÃES et al, 2008). Pensando-se em territórios e serviços de saúde, o município de Uruguaiana possui uma população estimada de 123.743(IBGE, 2007). Conforme estimativas da OMS cerca de 3 por cento da população necessita de cuidados contínuos em Saúde Mental devido à distúrbios crônicos e severos, há também uma prevalência de 12% da população que necessita de cuidados por problemas com uso de álcool e outras drogas (MELLO et al 2007). Para o atendimento em saúde mental, o Município possui um Centro de Atenção Psicossocial do tipo II (CAPS II), contudo não possui um CAPS AD (álcool e drogas). Em função da complexidade e subjetividade que envolve o tema da dependência química, cria-se a necessidade de estudos que abordem o perfil do usuário de drogas no Município. Dessa forma, formulou-se um projeto de estudo que se ocupará em traçar o perfil do dependente químico que é atendido pelo CAPS II Asas da Liberdade no município de Uruguaiana/RS. Material e Métodos: Este projeto foi proposto a partir da necessidade de conhecer o perfil dos dependentes químicos atendidos pelo CAPS II. Realizar-se-á uma pesquisa documental, exploratória descritiva, sendo a coleta de dados será dada a partir da aprovação do Comitê de ética em Pesquisa. Resultados e Discussão: O delineamento do perfil do depende químico poderá subsidiar novas estratégias de atenção ao usuário de drogas e também fomentar a implantação de um serviço especializado, CAPS AD no Município. Sabe-se que Uruguaiana/RS por não possuir um CAPS AD acaba encaminhando os dependentes químicos para serem atendidos no CAPS II, o qual se destina ao atendimento de pessoas com doença mental crônica. O serviço de saúde mental existente além de não estar preparado para o atendimento da dependência química, deixa de atender seu público alvo, prejudicando a qualidade geral do serviço. Este estudo possibilitará a oferta de subsídios para a formação de redes e novas alternativas e práticas para o enfretamento do problema por parte do profissional em saúde, a partir do conhecimento da realidade que envolve os adictos atendidos pelo serviço de saúde de Uruguaiana. Esta problemática denota a importância do planejamento de Políticas Públicas, visto que além da necessidade de um serviço especializado temos a carência de uma política norteadora do mesmo no Município. Conclusões: Orgão de Fomento:

Palavras-chave


Caps álcool e drogas, Políticas Públicas, Saúde Mental, Dependência Química, Perfil do Usuário

Apontamentos

  • Não há apontamentos.