Projeto Plantando Esperanças

Meireles Alves Moresco Filho, Lucas Fagundes Bolina, Juliano Maia, Mauricio Spohr, Carlos Martins

Resumo


Introdução: O voluntariado preenche uma lacuna de ações que é delegada ao estado. O voluntariado é uma alternativa para todo jovem que sonha com um mundo diferente, mais justo e igualitário, que se preocupa com a gravidade dos problemas sociais e que gosta de mobilizar forças amigas para idealizar projetos em vista do bem social. O objetivo deste trabalho voluntário foi implantar uma estufa para o cultivo de hortaliças e plantas ornamentais, objetivando alimentação orgânica de altíssima qualidade para crianças, funcionários (as) e irmãs, desenvolver atividades didáticas com as crianças para demonstrar as técnicas de cultivo, produção de plantas ornamentais para o embelezamento da instituição e o excedente da produção de hortaliças e plantas ornamentais para comercialização para arrecadação de recursos para a melhoria do sistema de produção e melhoria da instituição. Material e Métodos: O trabalho voluntário esta sendo desenvolvido na Escola de Educação Infantil Nossa Senhora de Lourdes, no município de Uruguaiana – RS, desde o ano de 2007, são beneficiados crianças de classe baixa de 5 meses a 6 anos. Redigimos e fomos contemplados pelo Conselho da Criança e do Adolescente de Uruguaiana – CONDICAU, com um recurso de R$ 13.800,00 os quais R$ 11.350,00 foram utilizados para adquirir uma estufa de arco galvanizado de alta qualidade com dimensões de 27 X 6,40 para a produção de hortaliças e plantas ornamentais e o restante do recurso foram adquiridos materiais de apoio. Todas as atividades didáticas e de produção são orientadas pelos acadêmicos com colaboração dos funcionários da instituição e do professor orientador. Resultados e Discussão: Através da melhoria nas condições de produção com a implantação da estufa, estamos obtendo excelentes resultados, aonde desenvolvemos atividades didáticas com as crianças ensinando-lhes as técnicas de cultivos e conscientizando da importância e dos benefícios de uma alimentação saudável com vegetais orgânicos, estamos suprindo a necessidade integral de alimentação de hortaliças de toda a instituição que conta com 255 crianças de 5 meses até 6 anos, 25 funcionários e 20 irmãs, além de estarmos realizando feiras de comercialização do excedente da produção para captação de recursos para mantermos o projeto com materiais que permitam trabalhar com qualidade, e através da produção de plantas ornamentais estamos embelezando a instituição, através destas atitudes resgatamos a auto estima de todos os componentes desta instituição e demonstrando através dos meios de comunicação que é possível mudar basta querer e fazer, prova que o trabalho esta sendo efetuado com sucesso foi a premiação que recebemos no ano de 2009 em Porto Alegre, pela maior ONG de serviço voluntário no Brasil os Parceiros voluntários, esta premiação nos estimula a cada vez fazer mais e melhor o nosso trabalho que conduzimos com muita seriedade e responsabilidade. Conclusões: O projeto esta apresentando êxito pela união de entidades que através da conscientização da necessidade do voluntário como uma alternativa de preencher uma lacuna social, contribui para a melhoria da sociedade, e assim, o voluntário jovem e acadêmico configura-se como uma alternativa de crescimento social através da aplicação do conhecimento técnico em benefícios e melhoria na condição de vida de pessoas realmente necessitadas, construiremos uma sociedade mais igualitária e com menos problemas sociais através do voluntariado. Orgão de Fomento: PUCRS

Palavras-chave


Voluntariado, Produção de Hortaliças, Inserção Social, Cultivo Protegido

Apontamentos

  • Não há apontamentos.