Intervenção Nas Vulnerabilidades Sociais Vivenciadas Pelos Familiares Dos UsuÁrios Do Centro De Atenção Psicossocial - Álcool E Outras Drogas De São Borja

Denise Ribeiro Da Fonseca, Sheila Kocourek

Resumo


Introdução: Este projeto de intervenção foi exigência da disciplina de Estágio I do curso de Serviço Social da Universidade Federal do Pampa. O projeto foi elaborado para nortear a intervenção da estagiária junto aos dependentes químicos e seus familiares no Centro de Atenção Psicossocial - álcool e outras drogas (CAPSad) de São Borja no segundo semestre de 2009. Ao analisar a realidade vivenciada pelos usuários do CAPSad verificou-se a necessidade de intervir junto aos familiares desses usuários, pois observou-se a fragilidade dos vínculos familiares e entende-se que o dependente químico não deve ser visto de forma isolada, mas precisa ser compreendido no seu contexto familiar em meio as tramas das relações sociais. O projeto de intervenção tem como objetivos intervir nas vulnerabilidades sociais vivenciadas pelos familiares dos usuários do CAPSad de São Borja a fim de fortalecer e/ou estabelecer vínculos entre o dependente químico e sua família, reforçar e/ou resgatar os vínculos entre o dependente químico e sua família para que eles possam colaborar na recuperação de seu familiar, fortalecer a família para o acolhimento ao dependente químico a fim de que a mesma possa incentivá-lo a adesão ao tratamento, realizar acompanhamento sócio-familiar dos usuários dependentes químicos do CAPSad de São Borja de modo a contribuir com a garantia do acesso aos direitos de cidadania desses usuários. Material e Métodos: A intervenção esta balizada pelo referencial teórico método dialético crítico que analisa, desvela e tenta compreender a realidade por meio de suas categorias integrantes: a historicidade, a totalidade e a contradição. Buscou-se assegurar uma metodologia pautada em planejamento participativo, ou seja, deve refletir os interesses dos usuários e sua participação deve ser autêntica em todas as fases do processo. O instrumental técnico-operativo que se pretende utilizar para a concretização dos objetivos são: visita domiciliar, entrevista, observação, acolhimento, grupo e encaminhamentos referentes à garantia do acesso aos direitos de cidadania dos usuários do CAPSad. Para atender as famílias será criado um grupo pautado em ações socioeducativos e/ ou educação para saúde que terá como intencionalidade a construção de uma nova cultura enfatizando a participação dos usuários no conhecimento crítico de sua realidade, além de potencializar os sujeitos para a construção de estratégias coletivas. O grupo proporcionará um espaço para abordagens e reflexão de variados temas, conforme a necessidade e o interesse da maioria. Resultados e Discussão: A aplicação do projeto resultará no fortalecimento ou retomada dos vínculos do dependente químico com a sua família, orientação as famílias, melhora da acolhida do dependente químico pela família, realização de acompanhamentos sócio-familiar, ampliação do acesso ao benefício assistencial, realização de atendimentos individuais e grupais de modo a fortalecer o atendimento integral dos usuários do CAPSad de São Borja. Conclusões: Considerando que o projeto de intervenção foi elaborado para execução no segundo semestre de 2009, no momento, não é possível fazer conclusões, porém, torna-se relevante expor que a intervenção da estagiária no CAPSad tem resultado em algumas mudanças significativas na vida dos usuários principalmente no que se refere a informação e acesso aos direitos sociais na área da saúde, da previdência e assistência social, além da ampliação do atendimento e acompanhamento aos familiares dos usuários do CAPSad. Orgão de Fomento:

Palavras-chave


Saúde mental, Drogadição, Vulnerabilidade social, Família, Serviço Social

Apontamentos

  • Não há apontamentos.