Conteúdos Programados Do CurrÍculo De QuÍmica E PrÁticas De Experimentos Intercalados Em Escola De Ensino MÉdio.

Nilton Balduino Bordignon Scherer, Flavio Andre Pavan

Resumo


Introdução: A oportunidade de aprender Química focada num ponto de vista que nunca poderia ser atingido por intermédio de livros, demonstrações ou filmes, e a possibilidade de alcançar maior compreensão da Química por alunos do Ensino Médio, têm como foco a estes, a oportunidade de ver e trabalhar com as próprias mãos na experimentação em Química. Na experimentação as Técnicas Experimentais não são tão essenciais, mas sim, os instrumentos que permitem atingir a meta final de juntar informações virão a partir de observações pessoais. As aulas experimentais associadas às aulas expositivas e dialogadas têm como finalidade fazer com que o aluno compreenda os princípios fundamentais da Química. Outro fato é quebrar o formalismo (hábito, costume, tendência) geral, adquirido pelo aluno “copista” da louça em receber somente informações, mudando sua postura passiva para uma atuante, tanto por si como em grupos na construção de informações, provenientes de experimentos simples realizados em aulas práticas. Para tanto, há a necessidade de trabalhar-se a postura do professor, visando sua qualificação profissional, que exige dedicação para a elaboração e planejamento e sua motivação pelas aulas experimentais, forçando-o também a um processo ativo de ensino-aprendizagem. Material e Métodos: Formalizar aulas práticas de experimentos de química a alunos, de fácil obtenção e baixo custo, que se caracteriza com os conteúdos programados do currículo da disciplina de Química.Propiciar formas de como relatar o que esta sendo observado de forma simples, e compreensiva, fácil de se ler na forma de relatório. Inserir o hábito da pesquisa, usando livros didáticos, e a rede Internet. Resultados e Discussão: Inserção, prática de laboratório referente a conteúdo desenvolvido em sala de aula, onde o próprio aluno manuseia todos os processos do experimento.Formação de grupos de trabalho para a prática experimental, onde a colaboração de todos é fundamental para o andamento do trabalho proposto. Participação dos alunos através das observações durante o andamento do processo e reações do experimento.A intervenção do professor no processo. Conclusões: As propostas aqui mencionadas já estão sendo postas em prática em escolas de ensino médio de Bagé, RS. Essa proposta de metodologia de ensino, teve uma ampla aceitação por parte dos alunos (90%). Outra conclusão importante é que segundo os alunos essa metologia de ensino oferece uma maior participação do aluno nas aulas o que é um motivador que faz o estudar mais agradável e interessante. Orgão de Fomento: CNPq

Palavras-chave


Educação em Química, Ensino de Quimica

Apontamentos

  • Não há apontamentos.