Consulta De Enfermagem Realizada Por Acadêmicas Como Instrumento Para O Cuidado De Pacientes Hipertensos Em Uma EstratÉgia De Saúde Da FamÍlia: Relato De Experiência

Naiana Oliveira Dos Santos, Vilma Constancia Fioravante Dos Santos, Maiana Pinheiro Dos Santos, Adriana Roese

Resumo


Introdução: Este trabalho visa relatar a experiência de acadêmicas de enfermagem na disciplina de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Pampa. A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), é uma doença crônica e o sucesso do tratamento depende da adesão do usuário e da participação dos profissionais da saúde (BRASIL, 2006), sendo a Consulta de Enfermagem uma das ações que possibilita a orientação e esclarecimento das possíveis dúvidas que os pacientes possam ter a respeito do autocuidado. Assim, torna-se importante o desenvolvimento de atividades de ensino ou práticas educativas de saúde dirigidas ao paciente hipertenso e sua família, visando à prevenção de complicações de sua doença e formas de como enfrentá-la. Dessa forma a consulta de enfermagem se faz importante, pois é uma atividade através do qual pode-se ajudar na conscientização do paciente hipertenso a respeito da doença e seu controle tornando-os mais ativos no próprio tratamento. Tem-se como objetivo: relatar a mudança observada em pacientes hipertensos, após a consulta de enfermagem realizada pelas acadêmicas; mostrar a importância da consulta de enfermagem para promover o autocuidado; relatar a importância da troca de experiência entre as acadêmicas e os usuários hipertensos do serviço de saúde, e o quanto este processo gerou um crescimento e satisfação mútua. Material e Métodos: O estudo é um relato de experiência, com uso de diário de campo. A Consulta de Enfermagem realizada pelas acadêmicas foi desenvolvida em uma Estratégia de Saúde da Família no município de Uruguaiana. Este serviço não realizava essa atividade, apenas grupos e visitas domiciliares para hipertensos. Resultados e Discussão: A consulta de enfermagem não surge como recomendação de substituição das atividades grupais, mas como complemento dessas ações possibilitando a manutenção de vínculo com os pacientes e acadêmicas que prestam assistência aos pacientes hipertensos, com enfoque na prevenção e promoção da saúde, baseado no entendimento do processo saúde-doença como norteador da assistência. Dessa forma, observou-se que a intervenção das acadêmicas na Consulta de Enfermagem resultou em uma melhora significativa da adesão do hipertenso ao tratamento, bem como, fazendo com que eles se sintam valorizados e importantes durante a consulta de enfermagem. Verificou-se esta realidade, pois os mesmos retornavam à consulta e apresentavam os níveis pressóricos mais estabilizados. Além disso, os usuários referiam algumas mudanças em seus hábitos diários (alimentação e exercícios físicos), demonstrando a importância do papel do Enfermeiro no processo do cuidado. Conclusões: A Consulta de Enfermagem foi uma atividade desenvolvida pelas acadêmicas, que fizeram uso de ações educativas e de uma linguagem clara que fosse ao encontro do usuário. Desta forma, unindo as atividades coletivas, realizadas com os hipertensos, a atividades individuais, em prol da sua qualidade de vida. Orgão de Fomento:

Palavras-chave


Consulta de Enfermagem, Saúde Coletiva, Autocuidado, Enfermagem, Hipertensos

Apontamentos

  • Não há apontamentos.