FABRICAÇÃO DE CORPOS CERÂMICOS COM RESÍDUO IN NATURA DA INDUSTRIA CERVEJEIRA ATRAVÉS DA TÉCNICA ADOBE

Gabryella Cerri Mendonça, Cristiano Correa Ferreira

Resumo


A técnica de construção ADOBE é um dos mais antigos e ainda utilizado nos dias atuais, onde os tijolos são moldados artesanalmente e secos geralmente no sol, por isso é muito utilizada em regiões quentes e secas. A vantagem de se utilizar essa técnica é que as construções com tijolos de ADOBE são ecológicas e sustentáveis, sendo este último termo muito comentado atualmente. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi fabricar corpos de prova cerâmicos com o resíduo mais gerado em indústrias cervejeiras, o bagaço de malte, que incorporado in natura na argila, utilizando-se a técnica de construção ADOBE. O bagaço de malte foi coletado em uma indústria cervejeira da região de Bagé RS, e a argila em uma indústria de mineração na região de Candiota - RS. O resíduo foi seco em estufa e moído em um moinho de facas, a argila foi destorroada e peneirada, após realizou-se as formulações de 0, 5, 10, 15, 20, e 30% de adição de resíduo massa/massa, e adicionou-se 20% de água para a conformação. Os corpos de prova foram moldados em um molde feito uma impressora 3D e foram secos naturalmente por 6 dias e artificialmente em estufa por 24 horas. Então foi realizado o ensaio de resistência mecânica, e os resultados obtidos se enquadraram dentro da norma NBR 7170 (1983) de materiais cerâmicos para alvenaria, que segure uma resistência maior do que 1,5MPa. Já para a NBR 8491 (2012) para tijolos solo-cimento a resistência deve ser maior do que 1,7 MPa, e as formulações de 0, 5, 10 e 15% se enquadraram dentro dos padrões da norma. Concluindo que pode-se utilizar o bagaço de malte para a fabricação de tijolos via ADOBE, oferecendo assim um descarte para este resíduo.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.