NÚCLEO DE DATAÇÃO POR TRAÇOS DE FISSÃO: PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM TERMOCRONOLOGIA NO PAMPA GAÚCHO

Diogo Gabriel Sperandio, Natália Pinheiro Borges, Cristiane Heredia Gomes

Resumo


O presente trabalho busca discutir a implementação do Núcleo de Datação por Traços de Fissão e o seu desenvolvimento na Universidade Federal do Pampa, Campus Caçapava do Sul. Voltado ao estudo da termocronologia em minerais de alta temperatura visando a compreensão das histórias térmicas da crosta superior, bacias sedimentares, denudação e soerguimento, o NUDATF apresenta-se como uma proposta inovadora em pesquisa de traços de fissão em minerais como granadas, olivinas, epidoto e outros. Esta proposta vai de encontro aos esforços científicos de estimular os pesquisadores da UNIPAMPA, campus Caçapava do Sul, à produção de conhecimento que subsidie a elaboração, implementação e aperfeiçoamento de metodologias científicas voltadas aos problemas do Pampa Gaúcho. Desta forma, contribuindo para a elevação da qualidade dos estudos na UNIPAMPA e no Brasil. Desta forma, será possível estudar a reconstrução da evolução Tempo-Temperatura das rochas da porção Centro-Sul do Escudo Sul-rio-grandense na região de Caçapava do Sul. Desta forma, se destina a promover o desenvolvimento de explorações nesta linha de pesquisa inédita em nossa universidade. A pesquisa em termocronologia por Traços de Fissão é altamente desenvolvida, tendo técnicas muito precisas e acuradas para minerais como Apatita [Ca5(PO4)3(OH, F, Cl)] e Zircão [ZrSiO4], os quais são amplamente usados para a compreensão de histórias térmicas da crosta. Inúmeros são os motivos pelos quais a pesquisa termocronológica foi amplamente desenvolvida no entorno destes minerais, sendo atualmente foco de desenvolvimento de pesquisas em diversos laboratórios e universidades. No entanto, é notável que o espaço para desenvolvimento de pesquisa e inovação em termocronologia para minerais de alta temperatura foi, de certa forma, suprimido à medida em que obtinham-se excelentes resultados com a aplicação da Apatita e Zircão ao longo das últimas décadas. Explicitado isto, o Núcleo de Datação por Traços de Fissão da Universidade Federal do Pampa - NUDATF/UNIPAMPA, propõe a intensificação e massificação da pesquisa termocronológica em minerais como Granadas, Quartzo, Epidoto e etc. de modo a retomar a pesquisa iniciada ainda na década de 60 e gradualmente substituída pela geocronologia revelada a partir da Apatita, Zircão e outros.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.