A ABORDAGEM DOS PRONOMES PESSOAIS DO CASO RETO EM LIVROS DIDÁTICOS DE LÍNGUA PORTUGUESA

Keila Lissandra Martinez, Taíse Simioni, Adriano de Souza

Resumo


Reconhecendo a importância que o conhecimento e o estudo da variação linguística tem no ensino e que um dos principais objetos de estudo na escola é o livro didático, o presente trabalho tem como intuito apresentar resultados parciais de uma análise realizada em dois livros didáticos de língua portuguesa utilizados neste ano, em uma escola da rede pública da cidade de Bagé (RS),tendo como foco da análise a abordagem dos pronomes pessoais do caso reto. Visto que a língua é heterogênea e sofre mudanças de acordo com o tempo, ou até mesmo o contexto em que o falante habita, sua idade, entre outros fatores, viu-se a importância de analisar os pronomes pessoais do caso reto, pois sabe-se que estes estão sofrendo mudanças, como é o caso do pronome conservador tu, que pode variar com a forma inovadora você, o pronome nós, que pode variar com a gente, e o desuso do pronome vós (LOPES, 2008).Mesmo que os livros analisados sejam atuais, encontramos como resultado, no livro do ensino fundamental, uma abordagem dos pronomes pessoais do caso reto que não mostra os pronomes e suas formas inovadoras. Já no livro do ensino médio, são apresentados os pronomes conservadores e ao lado suas formas inovadoras, o que contempla a realidade da língua em uso. Além disso, no livro do ensino fundamental, há um capítulo para a variação linguística, enquanto, no livro do ensino médio, ela é abordada ao longo do livro. Pretende-se ainda analisar livros mais antigos e compará-los com livros atuais, para ver se houve mudanças quanto ao tratamento da variação linguística.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.