PROJETO DE EXTENSÃO: COMUNIDADES DE APRENDIZAGEM NO PAMPA

Gilberto de Carvalho de Freitas, Gilvane Belem Correia

Resumo


Este artigo compartilha experiência referente ao Projeto Comunidades de
Aprendizagem no Pampa, aprovado pelo Edital PDA UNIPAMPA no 375/2016, em
execução desde maio de 2017, que tem por objetivo contribuir com a inclusão
educacional de pessoas com deficiência na Educação Básica e com a promoção de
uma cultura de paz no cotidiano escolar por meio da aprendizagem cooperativa e da
acessibilidade ao currículo. O público-alvo da proposta é formado por alunos e
educadores da Escola Estadual de Ensino Fundamental João Goulart, localizada na
zona urbana de São Borja/RS, que atende, em tempo integral, 254 alunos de uma
realidade socioeconômica bastante vulnerável, dos quais, 42 alunos apresentam
diagnóstico de deficiência. O grupo executor vinculado à UNIPAMPA é formado por
docentes, técnicos administrativos e discentes do Campus São Borja. A contribuição
para a formação dos discentes da graduação está vinculada à produção de registros
audiovisuais das atividades realizadas na escola, articulando conhecimentos
técnicos específicos da sua área de formação com a ressignificação de conceitos
relativos à deficiência, aprendizagem, trabalho colaborativo, acessibilidade. A
metodologia utilizada é a pesquisa-ação colaborativa. É possível observar, como
resultados parciais do trabalho, maior autoconfiança e participação efetiva dos
estudantes com deficiência nas atividades propostas, bem como mudança de
expectativa dos demais envolvidos no cotidiano escolar em relação àqueles diante
da vivência de experiências comuns. Conclui-se, por ora, que a metodologia
colaborativa é um instrumento potente para promover a reciprocidade entre
universidade e escola com vistas a fomentar práticas educacionais
democratizadoras do conhecimento.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.