MODELANDO A BIOLOGIA COM MASSINHA DE MODELAR: UMA ABORDAGEM LÚDICA PARA O ENSINO DA BIOLOGIA

Romulo Jorge, Marcia Mourão Ramos Azevedo, Andréia Karoline Góes, Emilly Thais Feitosa Sousa, Adriane Xavier Hager, Glenda Monique Martins

Resumo


A Biologia ainda é uma ciência com caráter abstrato e complexo. A necessidade de aulas práticas, recursos visuais, orientação pedagógica e dentre outros, requeridos. O lúdico é uma ferramenta capaz de auxiliar os alunos a alcançar o conhecimento, transformando o espaço escolar em um ambiente mais agradável, prazeroso e motivador. Assim, o presente trabalho tem como finalidade avaliar a aplicação de uma metodologia lúdica para fomentar o ensino de alunos da rede de escola pública do município de Santarém, Pará. A metodologia foi aplicada para 26 alunos do terceiro ano na escola São Raimundo Nonato, situado no município de Santarém, Pará. A escolha da turma foi realizada em concordância com professor da disciplina de Biologia, bem como a escolha do assunto a ser abordado, o tema Fronteiras da célula. A aplicação da metodologia lúdica se deu na forma da brincadeira Modelando a Biologia Celular com massinha de modelar. Baseava-se no processo de construção das estruturas e funções da membrana plasmática utilizando massas de modelar. Aos alunos foram disponibilizados massas de modelar. Imagens dos processos da membrana em modelos de massas, previamente feitas pelos monitores, foram projetadas no quadro para que os alunos reproduzissem as mesmas estruturas. À medida que os alunos iam construindo os modelos, os monitores iam dando suporte para a modelagem das estruturas, ao mesmo tempo que a explicação do assunto era realizado. Ao fim da metodologia, foi aplicado um teste (pós-teste) com 06 perguntas fechadas referente ao assunto, afim de avaliar o efeito da metodologia para o ensino-aprendizagem. De acordo com os resultados do pós-teste, quando questionados sobre como é denominado o mecanismo de transporte ativo de íons de Na+ e K+ através da membrana plasmática, com gasto de energia? (Questão 1), 89% dos alunos acertaram as questões referente a essa pergunta. Para a pergunta como se denomina o ato de a célula englobar partículas relativamente grandes, com o auxílio de pseudópodes? (Questão 2), observou-se que 85% dos alunos assinalaram a questão corretamente. Para a Questão 4, foi representado um esquema da estrutura da membrana plasmática segundo o modelo do mosaico fluido, e em seguida, foi pedido que descrevessem as figuras listadas em I e II. Observou-se que 73% dos alunos marcaram corretamente a questão. Quando indagados sobre quais as condições necessárias para que uma partícula sólida possa ser transportadas de forma ativa e passiva pela membrana plasmática (Questão 6). Observou-se que 62% dos alunos conseguiram assimilar esta questão corretamente. Os resultados demonstraram que a abordagem lúdica Modelando a Biologia Celular com massinha de modelar foi uma ferramenta didática satisfatória para ajudar os alunos a incorporar novos conhecimentos, visto pelo percentual de acerto no pós-teste. Observou-se que a assimilação do conhecimento foi realizado de uma forma descontraída, prazerosa e motivada, pois os alunos a todo o momento buscavam esclarecer suas dúvidas relacionado ao assunto abordado. Assim, constatou-se que a ludicidade é um método eficaz a ser empregado para os alunos de da rede de escolas públicas durante a aula para suprir o processo de ensino-aprendizagem do aluno.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.