AGRICULTORAS FEIRANTES - PROTAGONISTAS DO DESENVOLVIMENTO LOCAL EM ITAQUI-RS

Albina Graciéla Aguilar Meus, Luciana Zago Ethur, Jonas Anderson Simões das Neves, Mariza Moraes Ponce, Mariana Polano Posada, Luciéle Pacheco Rodrigues

Resumo


Há algum tempo, em que as mulheres, têm se mobilizado na luta pelo reconhecimento do seu espaço na sociedade e o importante papel desempenhado na agricultura familiar, fator este que influência diretamente a produção agrícola. Dessa forma, pretende-se evidenciar a presença das mulheres no meio rural, o perfil ocupacional e, a participação das mesmas nas feiras no município de Itaqui, dando ênfase em sua importante contribuição na geração de renda para a agricultura familiar. Assim, este trabalho tem por objetivo analisar a contribuição das mulheres trabalhadoras rurais e feirantes no processo de desenvolvimento local da agricultura familiar. Os dados foram coletados nos meses de junho e julho de 2017. Participaram das entrevistas doze agricultoras feirantes. A feira é promovida pela Secretaria da Agricultura do município de Itaqui - RS, realizada quinzenalmente. As agricultoras feirantes, público alvo deste trabalho, desenvolvem as mais variadas atividades, o que inclui desde a preparação do solo, plantio e colheita, dividindo o trabalho com os homens na agricultura. Na rotina diária, após algumas horas dedicadas à lavoura, costumam voltar para casa e dedicar-se aos filhos, afazeres domésticos, cuidar dos animais, na preparação dos alimentos e cuidados com horta destinada ao consumo da família. Nessas atividades, as mulheres entrevistadas declararam que não há divisão e são responsáveis por todo trabalho. As agricultoras feirantes se organizaram e fundaram uma agroindústria familiar de panificados, na qual elas reservam uma vez por semana para trabalhar, sendo os panificados destinados tanto a comercialização aos mercados institucionais oferecidos pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), quanto diretamente aos consumidores, nas feiras. Os produtos trazidos pelas agricultoras são oriundos da produção agrícola in natura, minimamente processados e artesanatos, sendo que todas buscam diferenciar seus produtos. A estratégia adotada pelas agricultoras se mostra pertinente tendo em vista que a sua contribuição na renda familiar por vezes supera a do companheiro, evidenciando a importância do trabalho e a sua protagonização no processo do desenvolvimento local.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.