PROJETO INCLUSÃO EM MOVIMENTO INICIAÇÃO PRÁTICA PARADESPORTIVA

Joao Soares, Marta Iris Camargo Messias da Silveira, João Henrique Mendes Soares, Ricardo da Fonseca de Freitas, Vinícius dos Santos Silveira, Vitória Hamdan Padilha, Isabel Cristina Borda Nebenzahl

Resumo


Introdução: Atualmente existe um número expressivo de doenças que causam a deficiência, das quais são causadas por diversas formas, como; má formação genética, acidentes de trânsito, doenças adquiridas, entre tantas outras. Temos consciência que é de grande importância á existência de projetos que possibilitem a pessoas com deficiência, atividades que integrem suas capacidades e limitações, bem como, possam oportunizar aos interessados sua participação e integração. Assim consideramos a Educação Física como uma importante ferramenta para a reabilitação, inclusão social, saúde física e mental. O Profissional de EF pode adaptar as aulas para que independente da limitação que o aluno apresente, o mesmo possa participar de atividades esportivas, teóricas e recreação. Como acadêmicos neste processo de formação, entendemos que não existem limites para o movimento, devido a sua complexidade e possibilidade o esporte pode ser oferecido para todos e esta prática poderá significar muito mais que movimento, pois socializa, integra, torna os praticantes autônomos.
Justificamos nossa intenção de pesquisa por entendermos que o esporte dentro e fora do contexto escolar, pode tratar das questões relacionadas á inclusão.
O projeto Inclusão em Movimento tem como objetivo desenvolver o paradesporto em diferentes modalidades, como uma ferramenta pedagógica no processo de inclusão de pessoas com deficiência. Assim, buscando integrar diferenças e capacidades, acreditando no potencial produtivo destas pessoas.
Assim, investigando as particularidades da deficiência de cada aluno; Apresentando o projeto nas escolas para que estudantes sem deficiência tenham a experiência com modalidades adaptadas; buscando parcerias com os cursos de Fisioterapia e Enfermagem para continuidade do projeto.
Metodologia: Este projeto parte de uma pesquisa de natureza qualitativa e participante, envolvendo pesquisa bibliográfica sobre as pessoas com deficiência, esporte adaptado e paradesporto. O projeto Inclusão em Movimento: iniciação á prática paradesportiva iniciou suas atividades no primeiro semestre de 2017. O grupo participante atualmente é composto por 7 (sete) alunos e 6 profissionais responsáveis em ministrar as aulas. As atividades acontecem 1 (uma) vez por semana, no Ginásio da Escola Municipal de Ensino Infantil, entre as atividades esportivas é ofertado aos alunos o basquete em cadeira de rodas, tênis de mesa, atletismo e voleibol sentado.
Resultados e discussão: Com o decorrer das aulas, evidenciamos muitos benefícios aos participantes, tais como: melhora no convívio social, promoção da independência, interação com os familiares dos alunos, aprendizado de modalidades esportivas, descontração nas atividades. Também trouxe resultados positivos aos acadêmicos participantes, pois proporciona o trabalho com pessoas com deficiência e a vivência com o paradesporto, ampliando o conhecimento e um possível campo de trabalho, contribuindo na formação dos mesmos.
Considerações finais: A prática esportiva pode ser um componente facilitador para inclusão social, pois possibilita aos atletas fazerem parte de um grupo no qual seus feitos são valorizados. Esperamos deixar um legado para o curso de EF e que cada vez mais pesquisas se debrucem sobre a inclusão, destacando a importância em criar programas de inclusão, aliados a estudos sobre o desenvolvimento das modalidades paradesportivas.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.