AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS ATENDIDOS EM UM AMBULATÓRIO DE NUTRIÇÃO CLINICA.

Luana Garcia, Karina Sanches Machado Dalmeida, Rodrigo Martins da Silva

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar a satisfação dos usuários atendidos no ambulatório vinculado ao curso de Nutrição da UNIPAMPA campus Itaqui. A coleta de dados ocorreu no período de maio a setembro de 2017. A amostra foi constituída por usuários do serviço do Ambulatório de Nutrição vinculado ao Curso de Nutrição da UNIPAMPA campus Itaqui. Adotaram-se como critérios de inclusão no estudo os pacientes maiores de 18 anos, que aceitaram participar da pesquisa mediante assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). O instrumento de coleta de dados constituiu-se de duas partes, sendo a primeira composta pela identificação das características sociodemográficas (sexo, idade, cor, estado civil, escolaridade e renda familiar) e a segunda, contemplando 9 questões com atributos sobre a satisfação com o ambulatório relativo à agilidade no atendimento, equipe e atendimento nutricional. As respostas foram dispostas em Escala de Likert de quatro níveis: Bom, Regular, Ruim e Não sabe/Não respondeu. A abordagem ao usuário foi realizada após a conclusão do atendimento nutricional. Os dados coletados, foram tabulados com o auxílio do programa Microsoft Office Excel, versão 2010. Varáveis contínuas com distribuição normal foram expressas como média ± DP e variáveis categóricas foram expressas como número e percentual. Os dados foram analisados no programa estatístico SPSS 20.0 (SPSS, Chicago). Foram entrevistados 45 indivíduos em acompanhamento nutricional com prevalência de 95,6% (n=43) para o sexo feminino, com média de idade de 44±13,5 anos, sendo 66,7% (n=30) de cor branca, com grau de instrução ensino médio 33,33% (n=15), com renda familiar entre 1 e 2 salários mínimos 46,7% (n=21) e 53,3% (n=24) relataram ser casados. Em relação a forma como foram encaminhados ao ambulatório para acompanhamento nutricional, 62,2% (n=28) relataram ser por iniciativa própria, seguido de encaminhamento por um profissional de saúde 22,2% (n=10). O tempo de espera para marcar o atendimento nutricional foi de até 15 dias para 57,8% (n=26) dos entrevistados. As perguntas que apresentaram os menores índices de satisfação dos usuários estavam relacionadas ao tempo de espera para receber o atendimento, que variou entre 30 minutos 75,6% (n=75,6) a 1 hora 13,3%(n=6), sendo considerado como Bom por 73,3% (n=33) dos usuários seguido de 24,4% (n=11) que consideram o tempo de espera Ruim. Verifica-se que o percentual de satisfação dos usuários referente à equipe do ambulatório foi muito satisfatório, sendo que o atendimento, explicações e orientações dadas pela equipe foram classificas como Bom por 100% (n=45) dos usuários do serviço. Através deste estudo observou-se elevados índices de satisfação referentes ao serviço do ambulatório, influenciando diretamente na adesão do usuário ao tratamento proposto. Além disso, o serviço prestado pelo Projeto do Ambulatório de Nutrição contribui para as ações de saúde destinadas à população local em que a universidade está inserida e estreitam as relações dos acadêmicos e futuros profissionais com esta comunidade.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.