OCORRÊNCIA DE PARASITOS ZOONÓTICOS AO REDOR DE ESCOLAS DE ENSINO INFANTIL NO CENTRO DE PELOTAS

Tainá Ança Evaristo Mendes Cardoso, Alexsander Ferraz, Bruna dos Santos Pires, Beatriz Persici Maroneze, Natália Soares Martins, Tatiana de Ávila Antunes

Resumo


A proximidade do número elevado de cães errantes à beira de escolas podem vir a acarretar inúmeros problemas de saúde pública, principalmente devido a facilitação da disseminação de diversas patologia. Alguns destes quadros patológicos podem ser por meio agente etiológicos parasitários, destacando-se em saúde pública três gêneros: Ancylostoma spp., causador da larva migrans cutânea (LMC), Toxocara spp., causador da larva migrans visceral (LMV) e Trichuris spp., geralmente assintomático e causador de inúmeros quadros de diarreia, vômito e inapetência.
O presente estudo teve como objetivo relatar a ocorrência dos principais agente etiológicos parasitários causadores de zoonoses no em torno de escolas municipais de ensino infantil de Pelotas, Rio Grande do Sul, localizadas no bairro do centro do município. Dentre a pesquisa foram analisadas ao total oito escolas, com coleta de 29 amostras fecais. Durante as análises foi empregado o método de flutuação por solução hipersaturada Willis-Mollay (1921). As amostras foram analisadas no Laboratório de Doenças Parasitárias, na Universidade Federal de Pelotas - UFPel.
Após a obtenção dos resultados, houve destaque para o exacerbado número de amostras positivas para Ancylostoma spp., sendo de 55,17%, seguindo da prevalência de Trichuris spp. com 13,79% e, com menor porcentagem, Toxocara spp. 6,89%.
Diante dos resultados apresentados é possível afirmar que existe um grau de disseminação parasitária zoonótica de moderada até alta no perímetro ao redor das escolas. Ao obter estes dados, maiores informações são passadas para autoridades municipais responsáveis pela manutenção destes locais de ensino, trazendo benefícios ao controle de zoonoses no em torno das escolas.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.