FORTALECIMENTO DA COLETA SELETIVA ATRAVÉS DE OFICINAS TEMÁTICAS

Haline Dugolin Ceccato, Rafaela Rios, Paulo Castro Cardoso da Rosa, Juliana Young, Stener Camargo de Oliveira, Luiz Delfino Teixeira Albarnaz

Resumo


O Decreto Federal n° 5.940/2006 determina que os resíduos recicláveis descartados pelos órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta sejam separados e destinados às associações e cooperativas de catadores de materiais recicláveis. A partir da implantação dessa legislação, foi criada, em 2010, a Comissão Local de Coleta Seletiva Solidária (CLCSS), do Campus Caçapava do Sul, com a incumbência de fomentar a separação dos resíduos no Campus e direcioná-los para a associação de catadores do município. Dessa forma, o projeto Estratégias de Educação Ambiental para o Fortalecimento da Coleta Seletiva apresenta como objetivos: incentivar a prática de segregação dos resíduos sólidos, procurando obedecer as orientações propostas pela legislação; sensibilizar os servidores para a mudança de hábitos de descarte em suas atividades funcionais; sensibilizar a comunidade a respeito do uso racional de recursos; adquirir e distribuir cestos coletores de materiais reaproveitáveis; produzir e distribuir materiais educativos; promover atividades de Educação Ambiental direcionadas aos estudantes da Educação Básica; e promover a interlocução com a Associação de Catadores e com a Prefeitura Municipal, com o objetivo de investigar possíveis oportunidades de melhorias no programa de coleta seletiva solidária. Como ação integrante do projeto foram realizadas oficinas de Educação Ambiental em 6 escolas de ensino fundamental do município de Caçapava do Sul, entre os dias 2 e 9 de junho, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. As atividades de Educação Ambiental direcionadas aos estudantes do Ensino Fundamental foram realizadas por meio de oficinas temáticas. Foram entregues às escolas cartazes com orientações sobre reciclagem e foram concedidas lixeiras identificando o tipo de material reaproveitável (resíduos recicláveis e orgânicos), com a finalidade de estimular e viabilizar a segregação dos resíduos. Ao final de cada oficina, os participantes puderam avaliar a atividade, e no geral obteve-se um retorno satisfatório: os alunos demonstraram gostaram da oficina, pediram mais oficinas e se mostraram preocupados com a situação ambiental, o que denota que o objetivo foi alcançado para este público. Ao todo, participaram 107 alunos. A Educação Ambiental é um processo contínuo e permanente e com resultados observados em longo prazo. Os resultados parciais obtidos com o projeto mostram que as pessoas estão sensibilizadas para a questão do cuidado com o meio ambiente, principalmente os mais jovens. Contudo, devem ser realizadas ações contínuas e permanentes para mobilizar e esclarecer, visando a uma efetiva mudança de hábitos. Além disso, devem ser providas as condições estruturais necessárias para a efetivação da coleta seletiva no município, evitando-se descontinuidade deste serviço.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.