ABACAXI MINIMAMENTE PROCESSADO EM DIFERENTES CORTES

Viviane Dalastra, Cintia dos Santos Moser, Claudia Simone Madruga Lima

Resumo


Objetivou-se conhecer a influência do processamento mínimo sobre as características físico-químicas de diferentes cortes de abacaxi. Para avaliação físico-química foram utilizados abacaxis Smooth Cayenne. O experimento foi composto por 4 tratamentos: T1- abacaxi com cascas, T2 - abacaxi descascado partido ao meio, T3 - abacaxi descascado e cortado em rodelas e T4 abacaxi descascado e cortado em cubos, armazenados sob refrigeração (5oC±1) durante 8 dias. A análise de Perda de massa foi realizada diariamente e as análises de Acidez titulável, pH, Sólidos solúveis e Cor, a cada 4 dias. Os dados foram analisados pelo teste de regressão e de Scott-Knott a 5% de significância. Nas análises físico-químicas apenas o pH e a perda de massa tiveram diferenças significativas. Assim, a oferta de abacaxi minimamente processado pode contribuir para o acesso a alimentação saudável e garantir a oferta de um produto de qualidade.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.