ESTUDO DA ADSORÇÃO DO CORANTE AZUL DE METILENO POR PALHA DE AZEVÉM (LOLIUM MULTIFLORUM LAM.) TRATADA COM NAOH

Elenara Oliveira da Silva, André Ricardo Felkl de Almeida

Resumo


O azevém (Lolium multiflorum Lam.) é uma forrageira de inverno amplamente cultivada no sul do Brasil e é responsável por gerar uma grande quantidade de resíduo (palha) após sua colheita. Sendo assim, tem-se a possibilidade de utilização deste como adsorvente para o tratamento de efluentes. A adsorção é amplamente empregada no tratamento dos efluentes da indústria têxtil, que caracterizam-se por serem coloridos e altamente contaminantes. Estes efluentes constituem um grande problema ambiental, uma vez que se lançados nos corpos hídricos provocam grandes danos à vida aquática. Dentre os corantes mais utilizados, o azul de metileno merece destaque, sendo considerado um corante universal e que pode ser prejudicial à saúde humana. Este trabalho tem por objetivo geral a utilização do resíduo da produção de azevém, tratado com NaOH, para o tratamento de efluente com corante. Este estudo possui relevância tanto para o âmbito industrial têxtil quanto para a destinação de um resíduo agrícola. Este resíduo pode ser utilizado como uma alternativa de baixo custo para o tratamento de efluentes, visto que o adsorvente mais empregado é o carvão ativado comercial, que possui um custo elevado.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.