SET-UP DE MEDIDAS PARA AMPLIFICADORES OPERACIONAIS

Luiz Antônio da Silva Junior, Anderson de Paula Fortes, Alessandro Gonçalves Girardi

Resumo


O amplificador operacional (amp-op) é um dos blocos mais versáteis e importantes em projetos de circuitos analógicos. Está entre os dispositivos eletrônicos mais amplamente utilizados na atualidade, sendo usado em uma vasta gama de dispositivos industriais, científicos e populares. Os amplificadores operacionais podem ser encapsulados como componentes ou serem usados como elementos de circuitos integrados mais complexos. Desempenham funções que vão desde a geração de um sinal de polarização DC até amplificação em alta velocidade ou filtragem. Amplificadores Operacionais são amplificadores (fontes controladas) que têm um ganho suficientemente elevado para que quando uma realimentação negativa é aplicada, a função de transferência em malha fechada é praticamente independente do ganho do amplificador. Este princípio tem sido explorado para desenvolver muitos circuitos e sistemas analógicos úteis. Muitas vezes um circuito medido na prática não coincide com os valores simulados e projetados, isso se deve ao fato de ocorrerem variações nos processos de fabricação e também das idealidades consideradas no projeto e simulação do circuito. Realizar a medida experimental de um circuito integrado é importante para demonstrar que o circuito de fato funciona na prática, sendo que a medição é a última etapa do fluxo de projeto de um bloco analógico. Nesse intuito, o objetivo do presente trabalho é propor um set-up de medidas experimentais para um amplificador operacional de transcondutância (OTA) Miller e aplicar as configurações para medir experimentalmente um circuito integrado que foi previamente projetado, simulado e fabricado.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.