DETERMINANTES NA CONCESSÃO DO CRÉDITO RURAL NAS REGIÕES BRASILEIRAS DE 1996 A 2012

Mariana Regina Espalter de Moraes, Eduardo Rodrigues de Castro

Resumo


O crédito rural brasileiro é uma das principais políticas voltadas para o setor agropecuário. Dada a existência de uma restrição orçamentária por parte do produtor, o crédito rural é visto como uma forma de flexibilizar tal restrição e estimular a produção agropecuária. Porém, a concessão de crédito não está disponível para todos os produtores. Desta forma, o objetivo deste trabalho é verificar quais fatores influenciam na concessão do crédito rural entre os municípios nas regiões do Brasil ao longo do período de 1996 a 2012. Parte-se da premissa de que a produção não é o único fator que apresenta influências na concessão do crédito. Com isso, considera-se a presença de pelo menos uma agência bancária do Banco do Brasil no município, a concessão de crédito passada, a área por estabelecimento, o capital por estabelecimento e do índice de produtividade. A análise se dá através do modelo econométrico de dados em painel dinâmico, cujas estimações são realizadas por meio do Método de Momentos Generalizados (GMM) em sistema. Percebe-se que existem diferenças regionais que influenciam cada variável analisada. De modo geral, o crédito passado, a presença de agência bancária nos municípios e o capital foram as variáveis que mais influenciaram na distribuição do crédito, a presença de agência bancária apresentou maior discrepância regional.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.