PERCEPÇÃO DO VALOR DO TRABALHO: COMPARATIVO ENTRE A VISÃO DO EMPREGADO E DO EMPREGADOR

Juliana Ribeiro da Rosa, Carolina Freddo Fleck

Resumo


O estudo do valor do trabalho constitui-se na análise das características que são valorizadas pelo indivíduo na atividade exercida por ele para a sobrevivência. Esses valores funcionam como guias e determinantes no comportamento das pessoas. Dessa forma, o presente estudo teve como objetivo analisar a percepção do valor do trabalho entre empregados e empregadores de diversos setores na cidade de SantAna do Livramento, a fim de verificar quais características se destacam para cada um dos grupos. Utilizou-se como referencial teórico, principalmente o material de Porto e Tamayo, que por vez baseou-se na teoria de Schwartz. A metodologia utilizada para alcançar os objetivos da pesquisa foi o método comparativo, utilizou-se como instrumento de pesquisa quantitativa, o questionário, este já validado e consolidado em pesquisas acadêmicas. Para análise de dados, aplicou-se a estatistica descritiva para verificar as frequências de cada item, e o teste de hipótese, teste T, para comparar os dados alcançados na pesquisa com empregados e empregadores. O resultado de pesquisa foi alcançado da forma esperada. Embora não tenha sido encontrada diferenciação em todos os itens, sete apresentaram distinção com um bom grau de significância, admitindo assim a existência de diferença de percepção entre empregados e empregadores. Dos 45 itens pesquisados, os valores que apresentaram diferença foram: preservar minha saúde, ter superioridade baseada no êxito, ser feliz com o trabalho que realizo, satisfação pessoal e crescimento intelectual. Conclui-se ainda, que os empregados valorizam itens relacionados com a conservação do emprego, enquanto por outro lado, os empregadores destacam itens relacionados com envolvimento psicológico com a atividade que exercem.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.