CRIANDO ESTRATÉGIAS PARA IMAGINAR, ESCREVER E APRENDER: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO COM A TEMÁTICA PALEONTOLOGIA

Graciela Marques Suterio Suterio, Márcio André Rodrigues Martins

Resumo


A proposta é incentivar uma inovação nas metodologias de ensino de ciências, valorizando as in(ter)venções, as criações e inovações de estratégias para proporcionar uma mudança no ensino, em busca de uma melhora e valorização do conhecimento, através do despertar do sentimento de valorização do indivíduo.
O resumo apresentado aqui trata-se de um recorte da proposta experimental de in(ter)venção em sala de aula sobre a temática paleontologia que redundará numa proposta de mestrado futuramente.
O objetivo foi busca enfatizar a criatividade, a imaginação a pesquisa, pelos alunos, através de atividades participativas e inventivas, na confecção de uma história/hipertexto virtual construída por 28 alunos de sexto ano do ensino fundamental, através de delineamentos e anotações cartografadas durante o processo no google docs. Buscou-se oportunizar o desenvolvimento do aluno na escrita, no pensamento, na pesquisa, na imaginação e invenção, com o intuito de resgatar o espirito científico, o prazer de aprender.
A história confeccionada pelos alunos trazem diferentes aspectos, tanto pessoais, quanto conceituais sobre ciências, mesclando informações sobre paleontologia e sentimentos virtuais e humanos das crianças.
Durante o processo surgiram diferentes sensações de dificuldade, ansiedade, angustia, felicidade, de conquistas e pertencimento do sujeito no processo de ensino aprendizagem.
Percebeu-se a eficiência do tema paleontologia para provocar à imaginação; assim como a construção hipertextual da temática permitiu a organização e sistematização da produção.Observa-se que o paradigma da complexidade exige a consciência do protagonismo tanto do aluno quanto do educador. Sendo a participação ativa durante a construção oportuniza o resgate do comprometimento e a valorização do conhecimento. Esta experiência e as análise preliminares permitiram vislumbrar possibilidade para reinventar os espaços de aprendizagem.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.