POLÍCIA CIVIL E CONFLITOS ESCOLARES: CONSTRUINDO PONTES PARA UMA CONVIVÊNCIA PACÍFICA POSSÍVEL

Nara Rosane Machado de Oliveira, Claudete da Silva Lima Martins

Resumo


Este trabalho apresenta o Projeto Convivência Pacífica que leva para dentro das escolas um policial civil com intuito de informar, dialogar e sobretudo, desmistificar o mito de que sou menor, posso fazer o que eu quiser que não dá nada, e vem sendo desenvolvido no município de Bagé e região, desde o ano de 2008. Este projeto é o objeto de investigação desta pesquisa que será realizada por meio de pesquisa-ação, buscando uma metodologia inovadora e dialógica para possibilitar maior aproximação entre Polícia Civil e Escola e promover a cultura de paz no contexto escolar. Este trabalho é justificado a partir da importância e relevância que o tema abordado apresenta. A investigação será realizada em 10 escolas, de educação básica do município de Bagé que já tenham participado do respectivo projeto, tendo como sujeitos da pesquisa 10 professores e 10 adolescentes de escolas. Para coleta de dados serão utilizados levantamento de dados relativos a ocorrências policiais relacionadas a conflitos escolares, questionários e entrevistas. Faremos análise de conteúdos dos dados obtidos. Este trabalho está fundamentado em alguns autores como Paulo Freire (1997), José Vicente Tavares dos Santos (2001), Michel Foucault (1999), Sandra Corazza (2009), Zygmunt Bauman (1999), Válter Ishida (2008), Antônio Carlos Gil (2002), Lei 8069/90, Lei 9394/96 e será apresentado como trabalho de conclusão do curso de Especialização em Diversidade Cultural oferecido pela Universidade Federal do Pampa Campus Bagé. Espera-se que a partir da realização deste trabalho o Projeto Convivência Pacífica possa ser ferramenta pedagógica tanto na área de Segurança Publica quanto na área de Educação.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.