EFEITO DA SUPLEMENTAÇÃO COM ÓLEOS SOBRE O PESO CORPORAL E COLESTEROL SÉRICO DE RATOS HIPERLIPIDÊMICOS

Deise Jaqueline Stroher, Vanusa Manfredini, Jacqueline da Costa Escobar Piccoli, Márcia Pavanelo Cattelan, Micaela Federizzi de Oliveira, Bruna Machado Escobar

Resumo


A hiperlipidemia está relacionada com o consumo de gordura saturada e trans, sendo que a substituição dessas gorduras da dieta por mono e poli-insaturadas é considerada uma estratégia para o controle da hipercolesterolemia e consequentemente a redução da chance de eventos clínicos. Os padrões alimentares vêm acompanhando mudanças, principalmente quanto ao consumo das gorduras, onde se tem evidenciado um substancial aumento da ingestão dos alimentos de origem vegetal. Nesse sentido, o objetivo desse estudo foi avaliar o efeito da suplementação com óleos vegetais sobre o colesterol e o ganho de peso corporal em ratos hiperlipidêmicos. Para a realização desse estudo foram utilizados 54 ratos Wistar machos, com 60 dias de idade, divididos em 9 grupos, com 6 animais cada. O grupo 1 recebeu durante todo o período experimental uma dieta normolipídica (ração comercial). Os demais grupos receberam uma dieta hiperlipídica (150g de ração comercial acrescida de 11,25g de gordura saturada de origem animal) e água ad libitum durante todo o período experimental (90 dias) para indução da hiperlipidemia. Após 60 dias de indução da hiperlipidemia, os animais receberam os seguintes tratamentos, durante 30 dias. Grupo 1(DN): 1mL de solução salina v.o.; Grupo 2 (DH): 1mL de solução salina v.o.; Grupo 3 (DH): sinvastatina 10mg/Kg v.o.; Grupo 4 (DH): 2mL de Óleo de cártamo v.o.; Grupo 5 (DH): 2mL de Óleo de chia v.o.; Grupo 6 (DH): 2mL de Óleo de coco v.o.; Grupo 7 (DH): 1mL de Óleo de cártamo+1mL de óleo de chia v.o.; Grupo 8 (DH): 1mL de Óleo de chia+1mL de óleo de coco v.o.; Grupo 9 (DH): 1mL de Óleo de coco+1mL de óleo de cártamo v.o. O peso corporal dos animais foi registrado semanalmente. Ao final do protocolo experimental, os animais foram eutanasiados por sobredose anestésica intraperitoneal, sendo coletado sangue total para avaliar os níveis séricos de colesterol total. Os resultados mostram que após 30 dias de suplementação, os grupos tratados com óleo de cártamo, chia, coco e o mesmo associado com óleo de cártamo, mostraram um aumento significativo (p<0,05) no ganho de peso corporal, quando comparados ao grupo controle. Entretanto, o grupo tratado com óleo de chia associado ao óleo de coco mostrou uma redução significativa (p<0,05) no ganho de peso corporal, quando comparado ao grupo salina. Em relação a dosagem do colesterol, os grupos tratados com o óleo de cártamo e o mesmo associado ao óleo de chia mostraram uma diminuição significativa (p<0,05) nos níveis de colesterol sérico quando comparados aos grupos controle, salina e sinvastatina. Entretanto, o grupo que recebeu a associação óleo de chia+coco foi o que mostrou uma maior redução nos níveis de colesterol (42.8±11.5), quando comparados aos grupos controle (77.5±7.5), salina (80.8±3.7) e sinvastatina (85.2±7.0). Os dados obtidos demostram que a suplementação com o óleo de chia associado ao óleo de coco pode auxiliar no controle de ganho de peso corporal além de contribuir com a diminuição nos níveis de colesterol sérico circulante em um modelo de ratos com hiperlipidemia.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.