SUPLEMENTAÇÃO COM ÓLEO DE LINHAÇA PREVINE O DESENVOLVIMENTO DE SÍNDROME METABÓLICA EM RATOS WISTAR

Bruna Cocco Pilar, Vanusa Manfredini, Angélica Aparecida da Costa Güllich, Juliana Mezzomo

Resumo


A Síndrome Metabólica (SM) é um conjunto de distúrbios metabólicos que estão relacionados com alterações antropométricas, pressóricas, bioquímicas e oxidativas. Segundo o National Cholesterol Education Program (NCEP) o indivíduo é classificado como portador de SM quando apresentar três das seguintes caraceterísticas: obesidade abdominal, hipertensão arterial, hiperglicemia, hipertrigliceridemia e níveis reduzidos de colesterol HDL. O tratamento da SM é complexo e inclui tanto o uso de medicamentos quanto uma alimentação saudável, sendo que evidências têm demonstrado um papel positivo dos alimentos funcionais sobre os fatores de risco associados à SM. A semente de Linum usitatissimum L. (linhaça) é um alimento funcional que tem demonstrado reduzir os lipídios sanguíneos e produzir efeitos antioxidantes, principalmente devido ao seu alto teor de ácidos graxos poliinsaturados, especialmente ácido α-linolênico (ALA). Assim, este estudo teve como objetivo avaliar o efeito de 30 dias de tratamento com óleo de linhaça (OL), rico em ALA, sobre o desenvolvimento de SM em ratos Wistar. Para isso, 36 ratos Wistar machos foram divididos em 6 grupos e tratados durante 30 dias da seguinte maneira: Grupo 1 (controle) e 2 (SM): 3mL de salina (v.o.); grupos 3 (SM+1,5mL OL) e 5 (1,5mL OL): 1,5mL de OL (v.o.); grupos 4 (SM+3mL OL) e 6 (3mL OL): 3mL de OL (v.o.). Durante este período, os grupos 2, 3 e 4 foram suplementados com 30% de frutose na água de beber para indução da SM. Os demais grupos receberam água ad libitum durante todo o período experimental. O peso corporal dos animais foi registrado semanalmente. A pressão sistólica foi medida antes e após o período experimental pela técnica de pletismografia. Após o período de tratamento, os animais foram eutanasiados, sendo coletado sangue total para realização das análises. Foram avaliados os níveis séricos de glicose, triglicerídeos e colesterol HDL. O grupo SM apresentou valores significativamente mais elevados de pressão sistólica, glicose e triglicerídeos, além de níveis significativamente menores de colesterol HDL, quando comparado ao grupo controle. Além disso, 1,5mL e 3mL de OL foram capazes de prevenir tais alterações. Não foram encontradas diferenças significativas no peso corporal durante o período experimental. Dessa forma, os resultados deste estudo demonstraram que a suplementação com 30% de frutose durante 30 dias é um modelo eficaz na indução de SM em ratos Wistar e que 1,5mL e 3mL de óleo de linhaça são capazes de prevenir o desenvolvimento deste distúrbio.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.