ESTUDO DE APLICABILIDADE DE MÉTODOS DE DIMENSIONAMENTO E AVALIAÇÃO DE SERVENTIA DE RODOVIAS NÃO PAVIMENTADAS

Lucas Torres de Rosso, Wilber Feliciano Chambi Tapahuasco, Eduardo Carvalho da Costa

Resumo


Este trabalho avaliou a aplicabilidade de diferentes métodos de dimensionamento de estradas de revestimento primários, juntamente com um método de avaliação condicional de serventia da rodovia não pavimentada, visando à aplicação nas rodovias de terra da região da Fronteira Oeste do Estado de Rio Grande do Sul. Para isso, inicialmente realizou-se uma pesquisa bibliográfica com o intuito de estabelecer a metodologia do trabalho, além disso, foi selecionada uma rodovia de revestimento primário, RS 566, a qual foi tomada como referência para o estudo de caso. Seguidamente, como parte da metodologia, realizaram-se trabalhos de campo e laboratório, para caracterização da rodovia e de seus materiais constituintes. As atividades de campos consistiram na coleta de amostras de solos que compõem a estrutura de cada rodovia e análise das condições funcionais das rodovias. Posteriormente, no laboratório executaram-se, para os solos coletados, ensaios de caracterização geotécnica, juntamente com ensaios específicos demandados pelos métodos de dimensionamento estudados. Em relação às condições de superfície do pavimento, a avaliação foi realizada através da determinação do índice de condição da rodovia não pavimentada. Para o dimensionamento da estrada de terra, aplicaram-se quatro métodos de dimensionamentos diferentes, Webster & Alford, Giroud & Noray e Skorseth e Selim I e II. Finalmente, com este trabalho, determinou-se a condição de serventia do trecho da rodovia estudada, que foi classificada como POBRE, condizendo com a realidade da rodovia, podendo assim dizer, que o método de avaliação de serventia através do índice de condição da rodovia não pavimentada, gera resultados satisfatórios. Posteriormente, foram aplicados os métodos de dimensionamento de estradas de revestimento primário, chegando a uma proximidade dos resultados encontrados para os diferentes métodos aplicados, quando dimensionados para as diferentes situações propostas de análise, podendo-se chegar à conclusão de que os métodos de dimensionamentos são confiáveis.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.