REFLEXÕES SOBRE INOVAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO ACADÊMICO-PROFISSIONAL

Ronan Moura Franco, Elena Maria Billig Mello

Resumo


Entendemos inovação com sentido emancipatório em que os processos e os elementos de inovação pedagógica devem favorecer a participação democrática, mobilizadas no sentido de que a inovação é feita pelas pessoas para transformar situações problemáticas. A presente pesquisa objetiva investigar a implementação de elementos de inovação pedagógica, na perspectiva emancipatória, em instituições de ensino da abrangência de Campi da UNIPAMPA. Metodologicamente, apresenta-se como pesquisa-ação, que possibilita a criação de espaços para explicitação, discussão e proposições de elementos de inovação pedagógica, com observações, entrevistas semiestruturadas com membros da gestão e professores(as), bem como com análise dos projetos político-pedagógicos de cursos de licenciatura e de escolas de educação básica. Para além de memorizar conteúdos, as pessoas precisam aprender a pesquisar, criar e valorizar novas atitudes e comportamentos. Daí a importância de processos educativos que prezem pela pesquisa, pelo diálogo em relações de convivência, solidárias, colaborativas, participativas e horizontalizadas, efetivadas entre professores(as) experientes e em início de carreira; professores(as) universitários(as) e de Educação Básica, licenciandos(as), licenciados(as) e pós-graduandos(as), num autêntico exercício de formação acadêmico-profissional. Para isso, reconhecemos a necessidade de oportunizar espaços de criação de novas estratégias de ensinagem contextualizadas, que estimulem o exercício da pesquisa, da participação democrática, favoreçam o diálogo entre pessoas e saberes, a cooperação, a negociação de ideias e o direito das pessoas ao exercício da práxis; a tomada de decisões e intervenções na realidade. Optamos por trabalhar com a metodologia dialética em três momentos pedagógicos inter-relacionados síncrese, análise e síntese. Como resultados preliminares desta pesquisa em andamento, denominada Inovação pedagógica na formação de profissionais do magistério/da educação, registrada no SIPPEE sob o número 10.025.16 e na Plataforma Brasil CAAE 56831616.3.000.5323, temos a inter-relação de diferentes experiências de profissionais em formação acadêmico-profissional, a valorização de implementação de inovação pedagógica nos componentes curriculares dos cursos de licenciatura envolvidos e nas práticas dos acadêmicos pertencentes ao grupo de pesquisa criado com a perspectiva da inovação pedagógica na formação acadêmico-profissional, denominado de Grupo de Pesquisa em Inovação Pedagógica na Formação Acadêmico-Profissional de Profissionais da Educação - GRUPI. Concluímos que a inovação pedagógica, alicerçada na perspectiva interdisciplinar, coletiva, crítico-reflexiva e contextualizada, poderá consolidar projetos político-pedagógicos e práticas educativas emancipatórias nos espaços de educação básica e superior.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.