CESSAÇÃO DA EXPOSIÇÃO CRÔNICA A BAIXAS DOSES DE MERCÚRIO MELHORA O DANO VASCULAR EM RATOS

Paola Zambelli Moraes, Giulia Alessandra Wiggers, Danize Aparecida Rizzetti, Alyne Goulart Escobar, Taiz Martins, Franck Maciel Peçanha

Resumo


A exposição ao mercúrio (Hg) está relacionada à disfunção endotelial e ao aumento da reatividade vascular de artérias de condutância e resistência. O trabalho tem como objetivo verificar se a exposição prolongada a baixos níveis de Hg promove alterações vasculares em ratos, bem como a reversibilidade deste dano após a cessação da exposição. Para isso, foram utilizados ratos Wistar machos divididos em sete grupos: grupos controles - solução salina (im) durante 30, 60 ou 90 dias; grupos HgCl2 (primeira dose de 4,6 ug/kg, e doses subseqüentes de 0,07 ug/kg/ dia, im) durante 30 ou 60 dias; e grupos que receberam HgCl2 durante 30 ou 60 dias seguidos por 30 dias de cessação da exposição (CEUA 013/2013). Os experimentos de reatividade vascular foram realizados em artéria aorta, onde foi analisada a resposta vasodilatadora dependente e independente do endotélio à acetilcolina (ACh) e ao nitroprussiato de sódio (NPS) e a resposta vasoconstritora à fenilefrina (Phe) na ausência e na presença de endotélio, bem como de um inibidor da óxido nítrico sintase (NOS), um inibidor da NADPH oxidase, a superóxido dismutase, um inibidor não seletivo da ciclooxigenase (COX) e um bloqueador do receptor AT-1 da angiotensina II. A exposição ao Hg por 30 e 60 dias: a) reduziu o relaxamento dependente do endotélio; b) aumentou a resposta contrátil à Phe e a participação de EROS, prostanóides vasoconstritores derivados da COX e angiotensina II via receptores AT-1 nessa resposta, enquanto reduziu a participação endotelial de NO. Após a cessação da exposição ao Hg, o relaxamento dependente do endotélio e a contração induzida pela Phe foram normalizados, apesar da persistência do aumento da participação de prostanóides derivados da COX em aorta. A exposição prolongada ao Hg induz disfunção vascular, porém esses danos podem ser melhorados com a remoção do agente tóxico do ambiente durante a exposição ocupacional.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.