A ABORDAGEM DA ÁGUA NA ESCOLA: CONCEPÇÕES E PRÁTICAS EDUCATIVAS NA PERCEPÇÃO DO ALUNO

Francine da Mota Lacerda, Marcus Vinicius Querol, Danusa Cesar Alves, Liége da Silva Batista, Edward Frederico Castro Pessano

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo o estudo da percepção dos alunos em relação aos aspectos sociais, econômicos, culturais e ambientais da água. Dentro dessa perspectiva, tornou-se primordial o enfoque da água na educação ambiental sob uma ótica contextualizada, levando em consideração a sua composição, o ciclo hidrológico, a presença de água no organismo, tratamento e principalmente a importância da preservação do rio Uruguai, para que haja a promoção de ações de mobilização para o aproveitamento da água.
Neste contexto a investigação deu-se à partir do diagnóstico da percepção dos alunos de 6ª ano de duas escolas distintas, uma localizada próxima ao Rio Uruguai, denominada Escola Estadual de E.F. Felipe Nery de Aguiar e a outra em um bairro afastado a Escola Municipal de E.F. Ranulfo Lacroix. O trabalho teve início com a aplicação de um questionário com 16 questões, sobre os aspectos gerais do tema. Após a aplicação dos questionários, foi realizada uma intervenção de educação ambiental, em ambas as escolas, onde foram apresentados slides e vídeos. À partir das análises dos questionários, observou-se que antes da intervenção de educação ambiental 23% dos alunos da escola municipal, demonstraram conhecimento da importância do rio Uruguai e após a intervenção esse número subiu para 87%. Em relação às doenças causadas por água contaminada 15% dos alunos afirmaram ter conhecimento sobre o assunto, houve um aumento de 79% nessa perspectiva após a intervenção. Na escola estadual 100% dos alunos afirmaram ter conhecimento da importância da preservação do Rio Uruguai, em relação às doenças causadas por água contaminada os alunos perfizeram um total de 42% de conhecimento, houve 58% de aumento nessa questão após a intervenção, totalizando 100% dos mesmos. Observou-se que a escola estadual tem mais conhecimento em relação às questões ambientais, motivados pela relação social, econômica e ambiental que tem com o rio, em se tratando de filhos de pescadores, já a Escola Municipal mais distante do rio, tem dificuldades nessas questões, pela ausência de relação com o mesmo, onde a geração de renda configura-se à partir de outras demandas, como a construção civil, por exemplo.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.