A RELAÇÃO DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA COM A DEMANDA LOCAL: uma análise de aeroportos brasileiros

Gustavo da Rosa Borges, Franciele Wrubel, Nelson Hein

Resumo


O artigo objetiva identificar se a infraestrutura aeroportuária influencia na quantidade de passageiros no Brasil. A pesquisa é descritiva e documental, utilizando abordagem quantitativa. Analisaram-se os dados divulgados dos 46 aeroportos administrados pela INFRAERO em 2012, classificados em três categorias oficiais. As variáveis foram: quantidade efetiva e capacidade de passageiros, quantidade de aeronaves e carga, tamanho das pistas, terminais e estacionamento. Constatou-se que a infraestrutura aeroportuária não influência na quantidade de passageiros no Brasil. Contatou-se ainda, que a classificação pela análise discriminante acertou 88,2%, 94,1% e 58,3% da classificação das categorias 1, 2 e 3 utilizadas pela INFRAERO. Conclui-se que 8 aeroportos brasileiros poderiam estar em outras categorias. A gestão das companhias aéreas deve considerar tecnologia, custos e tarifas e a administração dos aeroportos proporcionar mais e melhor infraestrutura para aumento da qualidade dos serviços, segurança e eficiência e para promover o desenvolvimento econômico do setor e da sociedade local

Palavras-chave


Infraestrutura aeroportuária; Quantidade de passageiros; Aeroportos brasileiros.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Resultado de imagem para logo diadorim Sumários.org