A educação patrimonial e o desenvolvimento do turismo em São Borja-RS

José Fernando Corrêa Rodrigues, Flávia de Araújo Pedron

Resumo


O município de São Borja está localizado na fronteira oeste do estado do Rio Grande do Sul e faz divisa com a cidade de Santo Tomé (Argentina). Devido à importância histórica, política e cultural que teve no passado, São Borja é reconhecida nacionalmente como o “Primeiro dos Sete Povos das Missões”, e leva o título de “Cidade Histórica” do governo estadual. O projeto de extensão Taji Poty: A educação patrimonial e a valorização da cultura missioneira teve como intuito fomentar e difundir a identidade cultural dos são-borjenses, proporcionando uma série de atividades que envolveu aulas teóricas expositivas, atividades práticas, oficinas com professores e artistas da cidade e visitação guiada pelos principais pontos de remanescentes jesuíticos da antiga redução de São Francisco de Borja. O presente artigo apresenta um resumo da constituição histórica da cidade de São Borja, um levantamento conceitual de temas trabalhados no projeto e apresenta reflexões que tratam da importância da sensibilização da comunidade para a propagação do conhecimento de sua identidade, que tem papel relevante no desenvolvimento do turismo. Percebeu-se a importância de discussões voltadas para nossa cultura missioneira e de como carecemos de iniciativas de educação patrimonial em nossas escolas e na comunidade como um todo.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.